Surfista Solitário – Gabriel o Pensador (part. Jorge Ben Jor)

Atualizado em 09/01/2016

Gabriel o Pensador lança música Surfista Solitário

É muito bom quando podemos aliar duas de nossas paixões no mesmo trabalho. Todo mundo que acompanha um pouco o trabalho e vida do Gabriel o Pensador já tá ligado da paixão dele pelo surf. Era de se imaginar que fosse lançado um som nesse sentido, algo como uma homenagem aos surfistas.

Nem precisamos falar sobre a participação do Jorge Ben Jor, né? Chegou como um mestre da música brasileira chega: foda! Não só pela sua qualidade própria, mas combinou muito bem no som.

Aliás, como chamou a atenção o nosso leitor Vinícius Gasparin Rossa, a parte do Jorge Ben na música não é inédita: foi retirada da música “Solitário Surfista”, do álbum “Alô, alô, Como Vai” de 1980.

Outro ponto que combinou foi o instrumental. Com uma pegada meio “rodinha de amigos na areia”, bem à brasileira, ficou a cara do som, do surfista, dos mares.

Abaixo cê confere a letra e o download oficial da música:

Letra: (Fonte: Gabriel o Pensador)

Olhei pro mar, pra não me perder de vista
E vi uma onda solitária, correndo sem quebrar
Como se fosse ela uma surfista
A onda olhou pra mim, me convidou jogando a sua crista
Abrindo os braços como ninguém abre
E eu que não sou Cristo, mas entendo de milagre
Fui andando sobre as águas do jeito que só quem conhece sabe

Acorde num domingo, tome seu café
Pegue a sua prancha, tome a benção à mãe
Reze com fé e vai pro mar
E vai pro mar!
Solitário Surfista (4x)

Mar doce lar, vasto e profundo, mais vasto é o meu coração
Que não cabe nesse mundo e precisa transbordar
Navegar não é preciso, é preciso surfar
Nada parado, tudo em movimento
O chão é a parede e é o teto ao mesmo tempo
A parede desabando e eu lá dentro, acelero e acelera o batimento
Tanto bate até que fura, água mole em pedra dura
Cada louco tem a sua loucura
Eu viajo por isso, quase sempre sem visto
A sereia me chama, eu não resisto
Sei que cada feiticeira tem a sua maneira de transformar
Uma laje de pedra em ouro maciço, parece feitiço
A sereia me chama, eu viajo por isso

Acorde num domingo, tome seu café
Pegue a sua prancha, tome a benção à mãe
Reze com fé e vai pro mar
E vai pro mar!
Solitário Surfista (4x)

Cheguei na praia, olhei pro mar, entrei no mar
Entrei no mar, olhei pra onda, entrei na onda
Entrei na onda e fiz a onda até a areia
Entrei na onda que corre na minha aldeia
A minha onda não é uma onda qualquer
Da minha onda eu saio de cabeça feita
E na areia uma sereia com pernas de mulher
Mais perfeita do que a onda mais perfeita
Adivinhava o meu futuro com os seus óculos escuros
Me filmando nas esquerdas e direitas
Cheguei na areia e a sereia entrou no mar
E só de onda eu me deitei onde ela deita
Tubarão em pele de cordeiro, um ataque de surpresa
Predador virando presa, uma sereia com pernas de mulher
Perfeição ou perversão da natureza?

DOWNLOAD OFICIAL

seja o primeiro a comentar

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.