Rashid lança clipe de música inédita com lutador do UFC

Atualizado em 06/01/2014

Nesta quarta-feira (17), Rashid lançou o clipe da música inédita “Virando a mesa”, com direção de Rafael Kent, participação musical de Daniel Cohen, do Mão de Oito, e produção de Coyote Beatz.

O clipe conta a história de duas crianças que cresceram juntas e, embora tenham seguido caminhos diferentes, tornaram-se vencedoras. De um lado, Rashid, do outro, Rony Jason, que representa o Brasil no UFC. Perguntamos ao rapper pelo Twitter sobre a história que o clipe conta, ele nos respondeu que era “muito longa”, que seria ruim contar naquele momento.

No mais, as imagens também comparam a concentração e o preparo de um MC prestes a subir no palco com a de um lutador prestes a entrar no ringue.

“Virando a mesa” integrará o novo CD do rapper, intitulado “Confundindo os sábios”, que deve ser lançado nos próximos meses.

Letra:

Primeiro deram sonhos, depois deram miséria por maldade
As margens da cidade, vide comunidade/
Segundo, nos deram a responsabilidade
De ter o que eles não tem: a tal da honestidade/
Suave, ‘malemá’ me ensinaram a ler
Juntei letra por letra desse ABC/
Agora escrevo a rota da mudança com calma
Minha caneta faz tatuagem na sua alma/
Éramos como nuvens por aqui
Hoje somos estrelas, que brilham mais tão prontas pra explodir/
Se preciso for, não prove meu valor
Autodidata do método renove seu amor/
O tambor aqui não gira, embala flows
A mão pra cima no enquadro agora é mão pra cima nos shows/
Mais não se esqueça
Mais importante do que levantar as mão é fazer o povo levantar a cabeça!/

REFRÃO (DANIEL COHEN)
Uma hora o jogo vira, não diga que não avisei, que de onde eu venho não existe lei que faça eu me calar…
Uma hora a mesa vira, não diga que não avisei, sobre essa terra não existe rei que possa me comandar…

Era um moleque sentado na sala, sem futuro
Alimentado a fé e torrada de pão duro/
Tão complicado era o mês até o cheque da pensão
Fez de mim um aluno com déficit de atenção/
Preces de mãe eram benção, deram diretrizes
Num século onde ideais são como meretrizes/
Na rua minhas raízes,
Aprendi que a mentira e a covardia é que causam as piores cicatrizes/
Meus olhos são espelhos da minha alma e da sua
Meu linguajar é espelho da rua/
Me chame de mal educado
Se o sistema educacional é primo daquele outro sistema, tá ligado?!?/
E mesmo assim a gente aprendeu na raça
Que não se da murro em vidraça/
Meu jeito pode te assustar
Mas a única coisa q eu vou roubar, é sua brisa se você parar pra me escutar!/

REFRÃO

Meus manos são, um pedaço de mim por aí
Forca pra refazer o que o descaso destruir/
Derrube um Rashid, e surgirão mais 10
Derrube um de nóiz, e surgirão mais 10 vezes 10/
A multiplicação dos fiéis
Nossa aliança bem além dos anéis/
Eu não quero caridade, guarde seus merréis
só dignidade por onde passarem meus pés/
Vejo guerra como PES e FIFA
E nossa mão de obra sorteada por merreca, tipo rifa/
Que os tempos mudem, sério, bro
Vim pegar cada corrupto pelo cérebro/
Sem mistério, pô, pelo estéreo, tô compartilhando essa ação
Pelos que acreditam e pelos que não/
Por esses eu só posso lamentar
Nóiz somos sua maior dor de cabeça e sua cartela de Dorflex não vai ajudar/

REFRÃO

DOWNLOAD OFICIAL

seja o primeiro a comentar

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.