Produto Interno lança música e web vídeo “Mundo dos homens”

Atualizado em 14/01/2014

No último domingo (10), o Produto Interno lançou a música e o web vídeo “Mundo dos homens”, que contou com a filmagem e a edição de Dudu Valle e a produção musical do 3,14 Beats.

Iniciando com imagens de desenhos em que algum personagem se dá realmente mal, os rappers versam sobre alguém que os acompanha de perto confrontando sua caminhada, o que eles respondem com o sucesso que têm alcançado.

“Mundo dos homens” foi mixada e masterizada por Rafael Vieira Alam; a faixa integrará a mixtape “Informal”, prevista para ser lançada em dezembro.

Abaixo cê confere a letra e o download oficial da música:

Letra:

(Espectro)
até desafetos, nego que eu detesto, 
agora ouve e se amarra nos discos
mas onde vocês todos tavam, quando eu não era o Espectro, só o Francisco? 
pros que ainda me vêem só por maus aspectos, fixo 
se seu olho gordo arder, tu pode saber que eu vou ser o cisco
comigo tem quem corre o risco, o nível que é real igualo 
a ver mó grafite e falar que é rabisco, 
ou dizer que é limpo e dar um rabisco {nff}
então os pelas eu calo {shh} 
tu quer pisar no meu calo? {pff} 
to muito mais preocupado com as minas que passam de um jeito promiscuo! { }
e fala o que quiser mas se tu ama me odiar 
é preocupação demais tu deve é odiar me amar 
então me esquece e deixa eu brindar com os meus, motivo: 
nossos cds conhecem bem mais lugares que eu, e digo: 
“eu é que não caio no conto do vigário” 
claro, eu troco o blindão por um escapulário 
claro, eu troco o blindão por um escapulário 
é claro, eu troco o blindão por um escapulário

(Gustavo 3,14)
Faço minhas bases, na base da raça
Musicalidade e pitada de graça
Dizem que tudo na vida passa
É tanta responsa, resposta e farsa
Só que dessa vez o tempo quer minha desgraça
Amigo da onça, comparsa
Por onde se passa, nas minhas beats tão atrás, 
Mas pedem pra que eu faça, tudo de graça
Suas promessas já nem quero mais… tudo traça!!
Se me encontra até disfarça, põe na conta 
Que o destino genuíno traça, óh responsa
Vai na frente e mete bronca, ai se prende na trapaça
Deixa comigo, meu tempo é diferente ele te ultrapassa
Correndo perigo, tu vive tranquilo, na praça
Sua mochila pesada com 1 kg da massa
Perde grana no sigilo, ciente que aquilo embaça
Vestindo a carapuça, perninha de grilo
Astúcia não é carapaça
Homem de aço… lá dentro neguim te passa
Profissão palhaço!? Aquele abraço, não sobra carcaça!
Então nao se meta com uma onça parda
A raça dona da noite, espécie escaça

DOWNLOAD OFICIAL

seja o primeiro a comentar

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.