Produto Interno lança música “Freak Show” com participações de Rod, Tahor e Teko

Atualizado em 08/01/2016

No último dia 15, o Produto Interno lançou a música “Freak Show”, que contou com as participações de Rod, do 3030, Tahor, do Dinastia MCs, e Teko; a produção musical é de 3,14 Beats e Esquilo, no baixo e teclado.

Com referência a itens de uma loucura real, os rappers versam sobre a insanidade lírica e musical que, muitas vezes, é o combustível essencial para diversos artistas produzirem seus melhores trabalhos.

Em uma sociedade que taxa de louco aqueles que pensam diferente, a celebração da loucura é justificada e até necessária, ainda mais quando tratamos de RAP.

“Freak Show” foi mixada e masterizada pelo próprio Esquilo e integrará a mixtape “Informal”, que deve ser lançada em dezembro ou janeiro.

Confira abaixo a letra e o download oficial da música:

Letra:

[Gustavo – 3,14 Beats]
Eu rimo pérolas e diamantes, rimas auréolas de brilhantes
Tu vai perder nesse instante
É o cavaleiro com pressa, disse Miguel de Cervantes
Virando o mundo ao inverso, o universo flutuante
É letra, flow, beat, num só… pra te confundir
Quer treta!? “Treta vish” – Óh, vai se contundir!
Cada um com seu moinho, nos seus ninhos, vão sumir
Os críticos ridículos vão se unir
Fracos currículos, só os aplico em alguns versos que eu expelir
Nem vou me despedir, sou informal, sai saíndo
Num flow veloz que superava o planar feroz de uma vassoura Nimbus
Bruxaria perigosa, notícia tendenciosa
A mais louca do hospício é a enfermeira gostosa
Ficou nervosa, porque um estranho no ninho, com carinho 
Grafitou o 7 verde em sua parede cor de rosa

[Teko]
A lucidez me enlouqueceu, meu lado sóbrio se esqueceu
Veia só pulsando sangue, mesmo assim a mão tremeu
Abstinência de existência é tu só pensar no eu
To vivendo o destino que essa vida me escreveu
Me deu na mente, e me deu no copo
No feedback da mais gata, é claro que a amiga topa
Quer ir, pro topo? Eu topo! 
Jogador que é jogador, não joga só na copa! 
No labirinto do extinto, existem várias direções
Vou pisando quando sinto o chão embaixo dos dedões
Angelicais, umbilicais, romperam os seus cordões
Chifres, rabos e auréolas, resista a tentações!
Tem que ter capacidade, se não a cidade te capa
Sorriso largo, olho pequeno, sempre fechando com a rapa
correria aqui tá foda, não sobra tempo pra nada
Dia de folga é lazer, na cachu com os camarada

[Rod]
Eu vou a passos largos, passos largos!
(Freak Show! Freak Show!)
Ãh… Em rumo à insanidade!
Entre traços, tragos, causo estrago! (Tá ligado!?)
(Freak Show! Freak Show!)
Me assumo na insanidade!

Eu vou a passos largos, passos largos!
(Freak Show! Freak Show!)
Ãh… Em rumo à insanidade!
Entre falso laços, causo estrago! (Nós causa estrago!)
(Freak Show! Freak Show!)
Ãh… Eu me assumo na insanidade!

[Espectro]
E eu ando bebendo tanto, que até quando boto água no copo
Por impulso sem querer viro igual dose
É culpa desse sentimento avulso
É uma linha tênue entre a intuição e a neurose, psicose!
Mas esperava o que desse lugar insano?
Brasileiros querendo viver o sonho americano
Camaro amarelo: a canção do ano
Tudo feito pra te distrair da loucura urbana
Tem Smith & Wesson, Maria, Joana
Mais parecem encontros, e não as cenas de mortes, to cheio!
Se se faz de surdo pro meu rap
A única de linguagem de sinal que eu faço, é com o dedo do meio!
Minha insanidade é lúcida… e digo mais
Sua sanidade é túnica… e digo mais
Minha insanidade é bonita… pois… minha insanidade é música!

[Horta]
Do jeito que chego, do jeito que venho, do jeito que saio
Fico ileso, é só o começo, de uma grande revolução
Perambulante andarilho, mais um filho de Deus na terra
Outro vilão atormenta o cidadão
Quem é quem!? To com os meus, pronto pro que der e vier na guerra!
Aí olho gordo desvia o olhar, vê se me erra!
O jogo é farto, de mau olhado, é inadequado
Viver num mundo incompetente
Competência é usada somente em algumas mentes
A maioria aceita o papo dos que só mentem pra gente
Então na moral, volta por cima
Rotina cansa, desgasta e pouco ensina
Domina o cérebro, sem ao menos tu perceber
Vira um robô antenado em uma tv
Doutor, professor que é mau pago
O progresso não é exercido (não é exercido)…
É escasso! (É escasso!)

[Rod]
Eu vou a passos largos, passos largos!
(Freak Show! Freak Show!)
Ãh… Em rumo à insanidade!
Entre traços, tragos, causo estrago! (Tá ligado!?)
(Freak Show! Freak Show!)
Me assumo na insanidade!

Eu vou a passos largos, passos largos!
(Freak Show! Freak Show!)
Ãh… Em rumo à insanidade!
Entre falso laços, causo estrago! (Nós causa estrago!)
(Freak Show! Freak Show!)
Ãh… Eu me assumo na insanidade!

DOWNLOAD OFICIAL

seja o primeiro a comentar

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.