Polícia Militar ignora aval de órgãos e proíbe eventos do Dexter

Atualizado em 28/11/2013

Neste sábado (23), Dexter faria um jogo de futebol beneficente e um show em Botucatu, São Paulo. Disse faria, pois a Polícia Militar pretende proibir ambos.

De acordo com Mariana Bergel, diretora da Boia Fria Produções, que trabalha diretamente com o rapper, a alegação é de que os locais não teriam “condições técnicas apropriadas para a realização dos eventos”.

– Leia a nota da Mariana Bergel na íntegra.

Entretanto, ela afirma que os órgãos competentes já aprovaram e que possui os documentos para provar. Segundo ela, a “alegação em off” seria de que o “Dexter faz apologia ao crime e os eventos seriam uma reunião do PCC”.

 

 

O rapper, que ficou exilado por 13 anos e está em liberdade há 2, já deu inúmeras declarações negando seu envolvimento com a facção paulista, inclusive respondendo diretamente a uma reportagem que o “acusava” de tal.

Aliás, mesmo conhecido como “filho brasileiro de Luther King“, Dexter deixou de ir aos protestos que tomaram conta do país para garantir sua liberdade.

Ainda de acordo com Bergel, “o jogo está sendo realizado em outro local neste momento. Um jogo beneficente, com arrecadação de alimentos e muitas mensagens de não violência”.

Quanto ao show, ele acabou acontecendo em São Manoel, cidade vizinha a Botucatu.

Veja como foi o show: “RAP unido: após mobilização, Dexter realiza eventos proibidos pela PM”.

 

seja o primeiro a comentar

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.