MV Bill lança música e clipe “Tem que ser monstrão”

Atualizado em 04/01/2014

Nesta segunda-feira (1), MV Bill lançou a música e o clipe “Tem que ser monstrão”, com direção de Pedro Gomes e produção musical de André Laudz.

Com terno e gravata, MV versa sobre a necessidade de se estar um degrau acima para enfrentar o dia a dia e seus vários problemas. O clipe ainda conta com a aparição do próprio Laudz.

Mixada e masterizada por Luiz Café, “Tem que ser monstrão” integrará o novo EP do rapper, que deve ser lançado ainda em julho; deste trabalho, já foram lançados três músicas e seus respectivos clipes: “Soldado que fica“, “Vivo” e “Estilo Vagabundo 3“.

Letra:

REFRÃO
na pista n se sabe quem eh quem
vários na maldade eu to ligado
sempre tem, tem
não cruza o caminho de quem é bom
to firmão feh na construção, tem q ser monstrão
tem que ser monstrão
sagacidade e serenidade pra viver, monstrão
na boa ou na furada tem que ser monstrão

na queda ou na subida, monstrão
se ta suave ou salgado, monstrão
na riqueza ou na pobreza, monstrão
na boa ou na furada tem q ser monstrão

muita lenha queimou pra chegar aqui
monstruosamente, mente monstruosa mv
quem teve comigo sabe muito bem,em qual lista q eu consto
produto do gueto q andava de trem, pique de pegada monstro
sigo surfando na rima rara
atravessei a ponte e continuo o mesmo cara
faladores falam, mas n sabem de onde venho
tão de zoio no q eu tenho,nao enchergam nosso empenho
tu é o cara, NO
tu é o zica, NÃO
tu é pica, SOU
noiz q tá, EU Q TO
tamo de bonde pesado nessa porra e seja cm for
por mim, pela a gente e pra pela saco eu n dou valor

REFRÃO

2 verso
tem q ser monstro
pra ficar fora da filhadaputisse
tem q ser monstro
pra n virar alvo do disse me disse
burrice,a postura q foi pro saco
todo mundo quer ser king kong mas ninguém quer ser macaco
na selva de pedra
q cobra caro de quem vacila
vagabundo n dorme soh cochila
o q trago de bom ta na mochila
se quer bater de frente então entra na fila
de gurila minha pegada
pros meus amigo tudo, pelos inimigos nada
sobreviventes de tempos de guerra e de paz
se n gosta do q eu faço, tanto fez, tanto faz
não venha querer me dizer q tem o Rap na veia
formando a sua base falando mal da vida alheia
inveja eh um vírus q não me contamina
graças a deus pra essas parada não me falta rima
a vida ensina…que tudo q eu quero pra vida inteira
é ter mais amor pela minha bandeira
fiz o caminho, faço o trajeto
erros e acertos,tudo certo
os bico de alma lavada querendo me ver na bota
sonhando com a minha derrota
eu mando de volta um “tudo de bom”
tem que ser #monstrao

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *