Lurdez da Luz escolhe músicas para o “Dia da Consciência Negra”

Nesta quarta-feira (20), “Dia da Consciência Negra”, o blog “Music for the people” (“Música para o povo”) publicou uma lista de 5 músicas escolhidas pela Lurdez da Luz para a data especial.

Além das recomendações, a rapper também comentou o porquê da cada escolha; confira abaixo:

Geovana – Quem Tem Carinho Me Leva: “Geovana – chamada de a deusa negra do samba rock, essa faixa é o titulo do seu primeiro disco produzido pelo Rildo Hora, discaço. E acho a mensagem original demais, corajosa. Me identifico.”

Shinehead – Jamaican in New Y: “Eu sofro de prazer com qualquer som desse cara. Sou muito fã de rap-reggae e ele representa muito… Nesse som também acho a letra foda. Ele pode tá no brooklin ou bronks mas é de Kingston, outros 500.”

Gerônimo Santana – Eu Sou Negão: “Passei muitos carnavais na Bahia desde de criança, teriam outros sons que eu tenho ligação emocional forte, mas quando toca esse refrão a casa cai… E o Gerônimo é fundamento. Vai pra salvador numa terça feira que cê vai vê ele no escadão.”

Marcia Maria – Meu Amigo Branco: “Poxa o que dizer sobre essa obra prima da música brasileira… Marcia Maria é tão fudida que anda em outra atmosfera que é o Jazz mundial, mora na gringa… Mas a letra me pegou, acho muito loca essa declaração de amor escancarada… E diz: se existe preconceito eu não sei! E pra mim, ela quer dizer, tem sim, mas eu num sinto.”

Kanye West – New Slaves: “Acho o artista de rap mais interessante musicalmente há muito tempo… E a primeira vez que vi a cara detestei. Mas ele só se supera álbum após album e dessa vez ele pesou demais. Mas eu gosto de peso demais. O titulo da faixa já diz tudo.”

Vi no “Music for the people”.

seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.