Kamau recomenda alguns nomes do RAP Brasileiro

Atualizado em 06/01/2016

Nessa sexta-feira (22), o blog “Divirta-se“, do Estadão, publicou uma entrevista com o Kamau, na qual, entre outras coisas, ele recomenda alguns nomes pra ficarmos de olho no RAP Brasileiro.

Na verdade, a publicação era pra chamar a atenção para o show do Kamau no Studio SP, na próxima quinta-feira (28). Não só por subir ao palco na hora que fará 37 anos, já no dia 1º de março (lembrando que o Kamau nasceu num dia 29 de fevereiro), o show também é especial para o rapper, pois será com banda, algo não tão comum em suas apresentações.

Em algum momento da conversa, Kamau foi perguntado sobre o que ele tem ouvido do RAP Brasileiro atual. Mesmo admitindo ter pouco conhecimento dos que “estão vindo”, ele recomendou alguns nomes, tanto os realmente novos quanto os não tão novos, mas que deveriam receber um reconhecimento maior pela sua qualidade.

De quem está vindo, eu tenho pouco conhecimento, na real. Apesar de chegar muita coisa, é tanta coisa que a gente não consegue ter um conhecimento mais profundo sobre o que acontece, sobre o que cada pessoa está fazendo. Mas eu gosto muito do Amiri, gosto de algumas coisas que eu ouvi na ‘Remixtape’, do Emicida. Ali tem vários exemplos, não dá para citar um só. Ali tem uma boa amostra do que vem. Gosto muito de um menino de Goiânia chamado Gasper. E tem outros que já vêm de um pouco antes mas ainda não têm o reconhecimento devido. Tem o Rocha, do Q.I. Alforria. Tem o Rincon Sapiência. Tem o Don L, de Fortaleza. Rael da Rima. Massao, do Pentágono, que é um nome que não é muito citado, mas acho que ele escreve muito bem. O Phill, do Terceira Safra.

O rapper ainda completa sua lista de indicações na resposta à pergunta seguinte: “Ah, lembrando de outros meninos bons, tem o Síntese, de São José dos Campos“.

Leia a entrevista completa: http://blogs.estadao.com.br/divirta-se/entrevista-kamau/

seja o primeiro a comentar

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.