Ingles lança música “Recomeço”

Na última quarta-feira (15), Ingles lançou a música “Recomeço”, que contou com a produção musical do Freddie Joachim.

Embora o rapper esteja literalmente passando por um recomeço, após deixar o grupo Distúrbio Verbal, o som é bastante atemporal, ainda mais se levarmos em consideração que cada dia é uma nova chance pra começar outra vez.

“Todo fim precede um recomeço. E é com muita esperança, amor e um certo pesar que selo essa nova fase compartilhando essa nova música com todos. Uma escrita muito pessoal e profunda, que tenho certeza interage com o sentimento dos que passam ou passaram por um recomeço”, escreveu ele sobre o trampo.

Faça o download oficial da música “Recomeço”.

“Recomeço” foi mixada pelo Willian Monteiro.

Abaixo cê confere a letra da música:

Grifam palavras, mas sei, sem intenção.
Ás vezes o mar de informação naufraga o coração sem chão.
O solo afoga o céu sem luz.
Faz do puro linhas tortas. E dessa forma não conduz.
Reconstruí porque sei o valor de construir,
No caminho vi. Sei no que dedico meu seguir.
Minha vela abri, no ser de todos descobri
Que viver é se doar, e morrer é se omitir.

Tudo é parte disso aqui, o plano cede.
Me ví sincero nas coisas que vivi.
A cada passo, um novo templo. Novos rostos,
Eu percebi… Na pureza existe algo a dividir.
Mente e corpo são. Vão-se os anos, e eu nem cresci.
Só criar. Me permitir. Ganho o tempo que perdi.
No presente, me redimi. Enfim, evoluí.
Dar valor a quem me ama é o louvor que mais me chama.
Mas de um motivo pra sorrir.
Num brilho de um olho castanho vi o tamanho do meu sonho.
Meu presente, sem saudade, e nisso tudo ponho.
A herança que me ama, e me acolhe no rebanho.
Mil espelhos ao redor, e julgo-me sem dó.
Sufoca o mar de gente. E nesse ‘shiu’ me engulo só.
E se partir daqui não denegri o meu suor.
Na certeza de que fiz o melhor para o menor.

Mas quando me vejo há um tempo atrás.
Se eu tivesse me ouvido mais, ou me doado mais…
Agora tanto faz, hoje eu só quero paz,
E peço pra Deus que me capacite mais e mais.
Quando me vejo há um tempo atrás.
Se eu tivesse me ouvido mais, ou me doado mais…
Agora tanto faz, hoje eu só quero paz,
E peço pra Deus que me capacite mais e mais.

Que não seja em vão a nossa busca…
Nunca deixe que apequenem tua fé.
Viva o que a tua história pede, nunca cessem,
Não importa o que aconteça, não dêem o que eles querem.
Só querem guerrear, tornar as coisas mais breves.
Só compartilhe o que tu sente pra que o sangue não congele.
Se vê numa vida sofrível, só foi esse o nível aqui.
Conviver e não cair, com mentes explosivas.
Cada perda é eterna. Saudade deserta…
O que afeta os jovens dessa era.
Se sentir sozinho.
Não estamos preparados pra perder ou pra receber algo de bom grado.
Hoje o mundo está autônomo.
Eu briso no mordomo que vive pra servir e morre sem ter trono.
Irmão, esqueça como ou quando abandonaram a gente.
Após o nevoeiro sempre existe um caminho à frente.

Quando eu lembro de um tempo atrás.
Se eu tivesse me ouvido mais, ou me doado mais…
Agora tanto faz, hoje eu só quero paz,
E peço pra Deus que me capacite mais e mais.
Quando eu lembro de um tempo atrás.
Se eu tivesse vivido mais e compartilhado mais…
Aos irmãos que jaz, eu só peço paz
E a saudade fica desses dias que não voltam mais.

seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.