Conhecimento | Vai Ser Rimando
Categoria

Conhecimento

Uma parte de todo conhecimento necessário a qualquer membro da cultura Hip Hop.

Bryan Stevenson no TED

Nós precisamos falar sobre uma injustiça

por

Caso você não conheça o TED, o que é quase inadmissível, resumirei em dizer que é uma empresa privada sem fins lucrativos que realiza conferências nas quais integrantes das mais diversas áreas se reúnem para disseminar ideias que merecem ser compartilhadas. Todos os vídeos são disponibilizados em alta qualidade, com inúmeras legendas e de forma gratuita. Em uma de suas conferências, em 2012, o Bryan Stevenson, advogado de Direitos Humanos e diretor executivo da “Iniciativa por Justiça Igualitária” (tradução literal de “Equal Justice Initiative”), subiu no palco para falar sobre não só uma injustiça, mas várias delas que estão presentes no sistema legal dos Estados Unidos. A palestra é extremamente autoexplicativa e este post é mais para mostrá-la do que (…)

Fala mais

Bonezaço contra Lei do Boné (Foto: Marcius Victoriano)

Não tiro meu chapéu pra “Lei do boné”

por

Depois de tentar proibir bonés com o inscrito “4:20” e afins por “apologia às drogas”, as nossas autoridades iniciaram uma nova campanha contra a peça: proibir todos os bonés em lugares públicos. No entanto, desta vez, a ideia ~genial~ é da nossa amiguinha deputada Lucinha (PSDB), do Rio de Janeiro. A Lei 6.717/2014, carinhosamente chamada de “Lei do boné”, entrou em vigor nesta semana e já dá sinais de que demorará pra ser aplicada, caso seja de verdade. Nas reportagens espalhadas pelo mundão carioca, você vai encontrar opiniões contra e a favor, claro. As contra a lei criticam a falta de liberdade, intrusão; as a favor, aplaudem a segurança adquirida. Não entrarei na polêmica sobre o uso do boné no dia a dia ser (…)

Fala mais

Cultura B-Style, no Japão

B-Style: japones@s ignoram o drama e querem ser literalmente negr@s

por

Duvido que o Racionais tenha se inspirado na cultura “B-Style” ao escrever a música “Negro drama”, mas as coincidências são enormes. Na verdade, tudo que o grupo paulistano canta no som pode ser visto aqui mesmo no Brasil, entretanto, com a força cultural existente no Japão, não é de se esperar que eles levariam para um outro nível. Os manos e as minas do oceano pra lá criaram uma subcultura chamada “Black life-style” (“estilo de vida negro”, na tradução livre), mais comumente chamada de “B-style”. O que querem? Ser negr@s; negr@s estadunidenses, pra ser mais específico. Não sei se el@s ainda colam posters do Tupac, mas com certeza imagens de 50 Cent, Lil’ Wayne, Nicki Minaj e afins devem pintar as paredes (…)

Fala mais

Documentário sobre Nelson Triunfo

Documentário sobre Nelson Triunfo ganha prêmio e será exibido na Espanha

por

No último domingo (11), o documentário “Triunfo”, que conta a história de Nelson Triunfo, considerado por muitos como o “pai do Hip Hop Brasileiro”, foi o vencedor do In-Edit Brasil 2014 pelo voto do júri. Além da exibição pública e de todo prestígio, a produção, dirigida por Cauê Angeli e Hernani Ramos, ganhou o “passaporte” para o  In-Edit Festival, que acontece em outubro, em Barcelona, na Espanha. “Triunfo” ainda tem trilha sonora original comandada pelo grupo Inquérito; o som “Ao mestre com carinho” já foi disponibilizado para audição. Outro a representar o Hip Hop Brasileiro no festival, “O Rap pelo Rap” também deixou sua marca. Embora não estivesse competindo, o documentário praticamente lotou as salas em suas duas exibições. O In-Edit Brasil 2014 ainda premiou, pelo (…)

Fala mais

Pelaarte Prosa entrevista Alessandro Buzo

Assista à entrevista do Alessandro Buzo ao Pelaarte & Prosa

por

Na última quinta-feira (8), o Pelaarte & Prosa disponibilizou entrevista com o escritor e ativista Alessandro Buzo. Idealizador do Sarau Suburbano e apresentador do SP Cultura, no SPTV, da Rede Globo, Buzo falou sobre a Copa do Mundo no Brasil, seus livros, o filme “Profissão MC”, que tem o Criolo como protagonista, e muito mais. Conduzido por Samuel Porfirio, o Pelaarte & Prosaem seu décimo episódio, mostra a rotina, opiniões e o trabalho dos entrevistados, normalmente envolvidos com a cultura de rua.

Fala mais

Festival Contra a Violência Policial

Campanha “Por que o senhor atirou em mim?” realizará festival contra a violência policial

por

Depois de algumas ações “menores”, a campanha “Por que o senhor atirou em mim?” promete fazer com que a população de São Paulo, de uma vez por todas, faça o questionamento que a titula. – ATUALIZAÇÃO: Subprefeitura da Sé impede realização de show contra violência policial em São Paulo. Do dia 17 de maio ao dia 7 de junho, os idealizadores realizarão o Festival Contra a Violência Policial, um espaço de mobilização de pessoas, coletivos e organizações para dar visibilidade para os casos que aconteceram (e continuam acontecendo nas periferias e nas manifestações) e envolver iniciativas que já existem nos territórios, de maneira e fortalecer a pauta da desmilitarização. O Festival, que foi uma decisão coletiva tomada pelos participantes da campanha (…)

Fala mais

Respeito à mulher no Hip Hop

Pelo direito ao grito e a crítica no hip-hop

por

Ontem, recebi um e-mail “pessoal” da Jéssica Balbino sobre a resposta machista do Nocivo Shomon, que publicamos no site na última quinta-feira. Jéssica não é apenas uma das mais respeitadas jornalistas no meio do Hip Hop, como também uma agitadora cultural e ativista de várias causas, inclusive da luta pelos direitos das mulheres. Ela me enviou um texto, o qual republico na íntegra abaixo, mas que você pode também encontrar na Esquina Cultural. Não republico apenas pela minha admiração pelo trampo da Jéssica, mas principalmente por concordar e, de certo modo, querer fazer minhas as palavras dela. Pelo direito ao grito e a crítica no hip-hop “Paz, amor, diversão e união”. Foi com esse objetivo que surgiu o hip-hop e embora a tradução (…)

Fala mais

Mano Brown e Sheherazade

Aos 18 anos, Mano Brown dava aula em Rachel Sheherazade sobre “justiceiros”

por

Lembra quando essa história dos “justiceiros” estourou e a Rachel Sheherazade, do SBT, defendeu os caras ao vivo no programa e deu a maior polêmica? Depois ela tentou colocar panos quentes, disse que não tinha defendido, mas apenas compreendia a revolta e toda aquela ladainha que a gente já tá acostumado. Muito do que aconteceu depois tem provado que ela tava, definitivamente, errada: inúmeros casos de “justiceiros” matando inocentes foram noticiados nas últimas semanas e muita gente até a cita como contribuidora. E pensar que tudo isso poderia ser evitado se ela fosse fã do Racionais. Um pouco porque teria uma consciência social bem maior, mas principalmente por causa da música “Pânico na zona sul”, que, em 1988/89, fazia uma leitura da situação bem (…)

Fala mais

Não Somos Macacos

Na “contramão da Internet”, rappers criticam expressão “Somos todos macacos”

por

Depois que o jogador Daniel Alves, do Barcelona, comeu uma banana atirada por um torcedor no meio de uma cobrança de escanteio, a Internet inteira se juntou em uma ação contra o racismo. Liderados, a princípio, pelo colega de equipe, Neymar, todos mandaram mensagens de apoio utilizando a tag “#SomosTodosMacacos”. Quer dizer, quase todos. Boa parte dos rappers brasileiros se mostraram contra a ação. Não contra a atitude de Dani Alves, mas contra a expressão utilizada para propagá-la. A tag, que a princípio defendia que todos somos iguais e, mais especificamente, todos comemos bananas, então todos nós deveríamos ser macacos, não caiu bem. Emicida, que foi um dos primeiros a se manifestar contra e foi seguido por vários outros, publicou (…)

Fala mais

Neymar e filho tiram foto com bananas para campanha contra o racismo

#SomosTodosMacacos: Daniel Alves come banana atirada por torcedor e internautas iniciam ação contra o racismo

por

Neste domingo (27), Daniel Alves deu uma aula contra o racismo: em meio a uma cobrança de escanteio, o jogador do Barcelona apanhou uma banana jogado pela torcida e a comeu ali mesmo. Detalhe: em um novo escanteio, momentos depois, o lateral cobraria para o gol de empate do seu time, que viria a vencer a partida contra o Villareal por 3×2. Se a resposta às provocações não fossem suficientes por parte do jogador, a Internet ainda daria uma força na campanha: a tag “#SomosTodosMacacos” dominou o Twitter. – Na “contramão da Internet”, rappers criticam expressão “Somos todos macacos”. Até o parceiro de clube e seleção, Neymar, entrou ao publicar a expressão com uma foto junto do filho; ambos com bananas, verdadeiras (…)

Fala mais

Jay Z

Co-fundador do Reddit cita Jay Z como modelo de empreendedor; veja o que você pode aprender com ele

por

Mesmo que tenha sido recentemente ultrapassado por Dr. Dre e continue atrás do Diddy na lista da Forbes de artistas mais ricos do Hip Hop, Jay Z continua sendo um dos empresários mais bem sucedidos do mundo. Não à toa, no último SXSW, em março, o co-fundador do Reddit, Alexis Ohanian, deixou de lado grandes nomes da tecnologia e destacou o rapper como um de seus exemplos como empreendedor. Com essa informação em mente, Li Zhou, do PolicyMic, criou uma lista de “8 coisas que todo empreendedor deveria aprender com Jay Z”. Leia mais: – O CEO Notório: 10 mandamentos de Biggie Smalls para o seu negócio; – 5 coisas que o seu negócio pode aprender com um rapper. “Crie suas próprias oportunidades”, “Ignore as tendências”, “Se não for entrar (…)

Fala mais

Faustão e dançarina da Anitta chamada de aquela do cabelo vassoura de bruxa

“Racismo mascarado de piada”, afirmam ativistas sobre comentário do Faustão

por

Em programa do último domingo (20), Faustão revoltou ativistas do movimento negro e, na verdade, todos telespectadores com o mínimo de bom senso ao fazer uma “brincadeira” com Arielle Macedo, dançarina da Anitta. O apresentador se referiu a ela como aquela do “cabelo de vassoura de bruxa” e, como era de se esperar, tornou-se logo motivo de discussão na Internet. “É inaceitável o racismo mascarado de piada, de gracinha, o constrangimento em nome do riso fácil. A mídia de maneira geral desvaloriza a beleza negra, reserva a nós os papeis que nos cabem segundo o senso comum, a empregada, a iletrada, a prostituta, o bandido, algo que naturaliza o preconceito e só traz prejuízos”, comentou Maria Rita Casagrande, das Blogueiras Negras, ao Portal (…)

Fala mais

Sergio Vaz lidera campanha por melhor ensino público

Liderada pelo poeta Sérgio Vaz, campanha pede “educação pública de qualidade”

por

Quem é da periferia sabe que esperar pelas autoridades por benefícios para a população é esperar demais. Se a elite já reclama do governo, imagina quem vive à margem de tudo. Cria das quebradas e idealizador da Cooperifa, o poeta Sérgio Vaz iniciou uma campanha para melhorar a qualidade do ensino público. Para conscientização do público, ele postou uma foto em suas redes sociais com uma folha e os dizeres “#NosQueremosEducaçaoPublicaDeQualidade”; a tag também circula agora na Internet. “Estou soltando na internet essa campanha para ver se a gente cria uma onda cidadã, sim, uma onda positiva para forçar nossas autoridades, não importa quem, a pensar numa forma de melhorar o ensino público que anda tão precário. E não adianta (…)

Fala mais

Revistas TRIP e TPM contra o racismo

Revistas Trip e TPM fazem edições especiais “contra o racismo”.

por

Depois do “Dia da Consciência Negra”, em novembro no Brasil, e o “Mês da História Negra”, em outubro em alguns países do mundo, a revista Trip parece que quer colocar abril no calendário da luta contra o racismo. Ao lado de sua versão feminina, a revista TPM, foi feita uma ação em conjunta para destacar a maneira como a sociedade atua em relação aos negros em diversos sentidos. A edição de abril dos periódicos debateu exclusivamente o assunto. Nas capas, de um lado, o maior lutador de UFC de todos os tempos, Anderson Silva, e o título “Ser negro no Brasil é f*da”; do outro, a atriz Juliana Alves e a frase complementada “Ser negra no Brasil é (muito) f*da”. Leia mais sobre (…)

Fala mais

Kanye West, Vik Muniz

Vik Muniz prepara escola de arte e tecnologia na favela do Vidigal/RJ; Kanye West pode adotar estúdio no local

por

Lembra que a gente publicou uma foto do Kanye West com o Emicida, tirada no Rio de Janeiro, que criou boatos de uma parceria entre eles? Pois é, não era esse o motivo da visita do rapper estadunidense. Mas, também não era apenas pelo Carnaval. Segundo Bruno Astuto, da Época, o rapper quer “adotar um estúdio de gravação solidário na favela do Vidigal, no Rio”. E se você pensou “poxa, que projeto bacana!”, espera que ainda tem mais. O estúdio seria, na verdade, parte de um projeto ainda maior do Vik Muniz, aquele que concorreu ao Oscar de melhor documentário por “Lixo extraordinário”. O artista está próximo de abrir a “Escola do Vidigal”, que trará arte e tecnologia a crianças (…)

Fala mais

Artistas de rua protestam contra decreto do prefeito de SP

Artistas de rua organizam festival em protesto contra decreto favorável a comerciantes, em São Paulo

por

No último sábado (5), aconteceu no Largo São Bento, em São Paulo, o “Festival Contra o Decreto”, uma iniciativa de artistas de rua em protesto a decreto assinado pelo prefeito de São Paulo, Fernando Haddad. O decreto nº 54.948, assinado em 20 de março de 2014, não só busca regulamentar as artes de rua, mas também atende aos interesses dos comerciantes. Como bem levantou a revista Vaidape, “o documento impede que tenham intervenções artísticas a menos de 20 metros das feiras e a 5 metros das estações de metrô, além de precisarem do aval das subprefeituras”. Além de toda festa e alegria do dia, que contagiou o público que passava, os artistas também trabalham nos bastidores com as autoridades competentes para reverter (…)

Fala mais

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com apk4phone.com tengag.com moviekillers.com