Helibrown lança música “Prova final”

Atualizado em 03/01/2014

Nessa terça-feira (26), Helibrown lançou a música “Prova final“, com participação de Pé Beat Box e produção de Green Alien.

Prova final” estará no EP “Ouça e escute“, que será lançado ainda este ano; a mixagem e masterização do som foram feitas pelo Nego E.

Abaixo cê confere a letra da música:

Letra:

Verso 1

Chega monstro,lutar é o oficio,
Para de fala: Há mano é difícil
Biribinha não? vai,seja míssil,Cruel
Tivemos “Dias de treinamento” tipo o Denzel
Hoje é dia do jogo então Poe o Elmo
Na cabeça para proteja-la,e sempre te-la Sã
Carne e espirito, rivais pic Talibã e OTAN
Mas Não olho alvo desviando o foco igual Luan 
Bom uso do instrumento igual Santana

Honra e gloria ao pai sei quanto me ama,
E sei por que tem provado e não por que disse a Ana… 
Não esquento cuns “Feipa music” ta ai xeque
Daqui a pouco criam o INMETRO do RAP

Deixe que os infame,reclame, lagrimas não derrame
Siga, declame, inflame, exclua, exclame, evolua e espame
E seu progresso, será prego enferrujado
na língua de quem se acha Sacomani.

Refrão

Vai que vai, que é a prova final
Não viva mais de modo banal
Se quer lutar, o pai da o aval
Se esmera no que fará, custa nada tenta,
Você pode chegar se luta!

Verso 2

Todos são agentes mas, nem um deles é agente
A prova vira, inevitavelmente
Nois já ta com faca entre os dentes
Esse dia chegaria, uns temiam a sua aproximação.
Eu aguardava ansiosamente.

Trocamos idéias com verso,eu converso,
através disso, atravesso, versos, sem pressa impresso
nas linhas que teço, sentimentos que expresso
a rima é o bumerangue que arremesso, 
voltando reconhecimento? sucesso da missão

Se acovardar é falta de ética nessa profissão 
Em frente “da” multidão, enfrente “a” multidão
Testes provas nesse mundão
Por isso peço a javé sabedoria fé e unção
E digo: use todas suas forças pra fazer amigos,
Por que Não precisa delas pra fazer inimigos
Sigo vivendo e vivão e pra morte
Eu só tenho uma coisa a dizer: hoje não !!!

Refrão

Vai que vai, que é a prova final
Não viva mais de modo banal
Se quer lutar, o pai da o aval
Se esmera no que fará, custa nada tenta,
Você pode chegar se luta!

Verso 3

Ô pai sem paz, em dias
Difíceis as madrugadas são mais
Fico só refletindo mas varias vozes
Vão vindo poluindo meu silencio
Mas concentro e venço. 

Minha carne, fala:não conseguira de forma alguma
Meu espírito retruca: Seja valente o posto é seu então assuma
Meu medo diz: é arapuca truta então suma
Minha fé: vai que vai que é só mais uma
Meu coração: desabafe e fique leve igual uma pluma
Minha mente: Seja objetivo vai resuma
Por fim, minha alma: confirma e consuma

Por fim, minha alma: confirma e consuma.

seja o primeiro a comentar

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.