Grafiteiros colorem pilastras do metrô e realizam 2º Museu Aberto de Arte Urbana (MAAU)

Atualizado em 27/03/2014

Quem passar pelas pilastras de sustentação da linha azul do metrô na estação Carandiru, na Zona Norte de São Paulo, ficará impressionado(a) com o novo colorido do local.

Sob a curadoria de Binho Ribeiro e Chivitz, mais de 20 grafiteiros expuseram suas obras no que é considerado o 2º Museu Aberto de Arte Urbana (MAAU); o primeiro foi realizado em setembro de 2011.

“Este projeto tem uma característica mais urbanista e social. Não buscamos só grandes artistas, mas também os jovens que estão buscando espaço”, explicou Binho ao G1. Além dele, o próprio Chivitz, Dalata, Caps, Magrela, Enivo, Mauro, Pqueno, Alopem, Dask, ZN Lovers, Sliks, Desp, Coletivo ZN, Feik, Cranio, Minhau, Inea, Biofa, Caze, Zéis e Alex Sena estão entre os artistas participantes.

“Antes isso aqui era muito descuidado, esse meio era todo ocupado por barracos e não tinha segurança. Com o Maau , a gente fez uma proposta de revitalização e os moradores então começaram a apoiar”, afirmou o curador.

Confira imagens de algumas das obras grafitadas.

Ainda de acordo com a matéria, o local já ganhou canteiros e calçadas, que podem ser usadas também como ciclofaixas. A iluminação ainda é falha, mas alguns postes devem ser instalados em breve.

Vi no G1.

Grafite - 2º Museu Aberto de Arte Urbana em São Paulo
(Foto: Fábio Tito/G1)

seja o primeiro a comentar

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.