Emicida enfim realizará sonho de ir à África; viagem resultará em novo álbum e filme

Parece que o Papai Noel finalmente atendeu a um dos grandes pedidos do Emicida: o rapper anunciou para o primeiro trimestre de 2015 a sua tão desejada turnê pela África.

Em 2014, o sonho foi adiado de última hora com o cancelamento dos shows. De acordo com o seu selo, a Laboratório Fantasma, o motivo foi o “não cumprimento de cláusulas contratuais por parte do organizador”.

Mas, para o começo do próximo ano, as coisas parecem ter se ajeitado. Emicida deve se apresentar em Angola, Moçambique e Cabo Verde; a ideia é que um filme no formato de documentário resulte de toda essa experiência.

“Estamos negociando com alguns canais e temos vontade de exibir no cinema também”, contou ele a Folha de S. Paulo.

Aliás, o continente inspira tanto o trabalho do rapper que ele já garantiu que seu novo CD será guiado pela viagem. Previsto para 2015, o segundo álbum de sua carreira dificilmente receberia nome mais apropriado: “Ubuntu”.

Calma, Emicida não está fazendo propaganda do Linux. Na verdade, a expressão, de origem sul-africana, é amplamente divulgada em suas publicações na Internet e até aparece no título de uma das faixas do seu primeiro álbum. Embora não seja traduzível para o português, ela se resume em algo perto de “Eu sou porque nós somos”.

A mensagem é tão forte que foi uma das guias de Nelson Mandela na luta contra o apartheid, na África do Sul. Aliás, em uma entrevista, o ex-presidente é considerado a personificação da expressão.

“Sempre pesquisei muito sobre o vínculo histórico entre Brasil e África, a cultura, música, etc., só que essa relação sempre foi pouco exposta”, diz Emicida à mesma matéria.

Ainda é muito cedo para detalhes sobre letras e produções, mas é de se esperar que o rapper traga algumas participações do outro lado do oceano pra sua nova obra.

Vi na Folha de S. Paulo.

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *