Emicida participa de novo disco do Tom Zé

Atualizado em 03/01/2014

Na última segunda-feira (22), Tom Zé disponibilizou uma prévia de seu novo disco, intitulado “Tribunal do Feicebuqui“, que conta com a participação de Emicida na música “Tom Zé Mané“.

No último CD do cantor da MPB, “Tropicália lixo lógico”, o rapper também já havia deixado sua marca, na música “Apocalipsom A”; o novo disco está previsto pra ser lançado em julho ou agosto.

Tom Zé Mané“, que foi produzida, gravada e mixada por Daniel Maia, soa como uma crítica irônica ao próprio Tom Zé, mas que pode ser utilizada por boa parte dos artistas e até pelo Emicida, sempre “acusado” de ter mudado sua ideologia; destaque da ironia para o último verso: “que é que custava morrer de fome só pra fazer música?”.

Abaixo você confere a letra do som:

Letra:

Tom Zé mané
Baixou o tom
Baba baby
Bebe e baba
Velho babão

Tom Zé bundão
Baixou o tom
Baba baby
Bebe e baba
Mané babão

Seu americanizado
Quer bancar Carmen Miranda
Rebentou o botão da calça
Tio Sam baixou em sampa

Vendido, vendido, vendido!
A preço de banana
Já não olha mais pro samba
Tá estudando propaganda

Que decepção
Traidor, mudou de lado
Corrompido, mentiroso
Seu sorriso engarrafado

Não ouço mais, eu não gostei do papo
Pra mim é o príncipe que virou sapo
Onde já se viu? Refrigerante!
E agora é a Madalena arrependida com conservantes
Bruxo, descobrimos seu truque
Defenda-se já
No tribunal do Feicebuqui
A súplica:
Que é que custava morrer de fome só pra fazer música?

seja o primeiro a comentar

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.