Em novo clipe, Rashid mostra sua visão do “R.A.P.”

Atualizado em 09/01/2016

Rashid lança clipe da música R.A.P.

R-A-P, quem? R-U-A, nóiz!“.

Sobre a música em si, já falamos um pouco quando fizemos a resenha do cd “Que assim seja”. Entretanto, vale a pena ressaltar alguns pontos que se destacam.

Primeiro que a música é uma daquelas consideradas “pesadas”. Segundo, ela passa uma mensagem, tem conteúdo. Convenhamos, com um título desses, seria muito chato se essas duas primeiras considerações não tivessem sido atingidas.

Com um beat daqueles, do Skeeter, “R.A.P.” é a visão do Rashid do gênero musical e sua importância na vida dos que são atraídos por ele. Seguindo nessa, seria da hora que todos os rappers tivessem um som nesse estilo, passando seu jeito de ver a parada pra todos.

Nesse meio tempo de lançamento, o refrão já deve ter sido repetido inúmeras vezes e será ainda muito mais. É um daqueles que com certeza marcará a carreira do rapper.

Pessoalmente, curto mais os clipes com uma história maior por trás, além de só o rapper em frente à câmera. Entretanto, deixando preferências pessoais de lado, a produção ficou ótima!

Como dissemos ali em cima, “R.A.P.” é a visão do Rashid na parada, então o clipe precisava de uma proximidade com ele. Acho que essa foi uma das ideias ao trazer o Mr. Brown (DJ do rapper e autor dos scratches), Skeeter (beatmaker da música) e o DJ Caique (masterizador e mixador da música) pro vídeo.

Além disso, tem um pouco de cada processo de criação da música, desde a busca pela inspiração na escrita, até a gravação e apresentação nos shows. A velocidade das imagens pode ser uma relação ao flow e à batida do som, como à freneticidade do dia a dia de um músico independente.

E se era pra deixar com cara de RAP, cês notaram a TV fora do ar como personagem coadjuvante? Detalhe muito bem pensado e colocado. Só espero que entendam que a crítica é voltada à qualidade da TV como um todo, com seus programas que em sua maioria não evoluem, e não ao RAP aparecendo por lá.

Bom, pensando bem, parece que havia realmente uma boa história por trás do clipe. De qualquer jeito, a produção fez jus à responsa que o seu nome carregava. Excelente trabalho!

seja o primeiro a comentar

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.