Com crônicas, Ogi colore a cidade cinza de São Paulo

Atualizado em 29/05/2014

cronicas-cidade-cinza-ogi

Se a cidade de São Paulo é monstruosa, precisava-se de um artista monstro pra contar a realidade de suas ruas. Em “Crônicas da Cidade Cinza“, o rapper Ogi apresenta em versos a história dos mais diversos elementos do cotidiano da cidade.

Crônica é “Coletânea de fatos históricos, de narrações em ordem cronológica”. No cd, Ogi apresenta os fatos de vários tipos de cidadãos da cidade, como motoboys, policiais, desempregados, enfim, uma junção que no fim vai definir o que a cidade é.

Desde criança, ensinam-nos a não julgar um livro pela capa, mas te damos toda liberdade de julgar o cd por ela. Cidade cinza é uma atribuição a todos prédios e poluição da cidade, e o que melhor do que o grafite pra quebrar isso? E se é grafite, chama quem? “Os Gêmeos“, claro! Os caras é que assinam a arte da capa(acima)

Crônicas da Cidade Cinza” não tem uma abundância de combinações de rimas monstras ou punchlines incríveis, mas histórias muito bem contadas e bem colocadas. Uma ideia que vai além de qualquer rima só pra chamar a atenção. Métrica foda e variação de flow quando necessário dão o toque especial. É conteúdo, é ritmo, é poesia, é RAP!

Tanto a citação que inicia quanto a que termina são de Plínio Marcos e parecem ter sido inspiração pro CD, pois se encaixam perfeitamente. Ogi conta histórias tão independentes e tão necessárias de serem contadas juntas, transformando “Crônicas da Cidade Cinza” em um dos melhores cds de 2011.

1. Cidade com nome de santo (Prod. Stereodubs)
2. Profissão perigo (Prod. Ogi)
3. Por que, meu Deus? (Prod. Ogi)
4. Pronto pra guerra (Prod. Dario)
5. Zé Medalha (Prod. Nave)
6. Besta fera (Part. Don Cesão, Dr. Caligari e Mascote) (Prod. Nave)
7. A vaga (Prod. Dj Zala)
8. Corrida dos ratos (Prod. Dj Caíque)
9. Premonição (Prod. Dj Caíque)
10. Noite fria (Prod. Dj Caíque)
11. Eu tive um sonho (Prod. Dario)
12. Monstro gigante (Part. Espião e Munhoz) (Prod. Menor)
13. Sókizila (Part. Savave e HenRick Fuentes) (Prod. Dj Caíque)
14. Minha sorte mudou (Prod. Sala 70)
15. Os tempos mudam (Part. Lurdez da Luz) (Prod. Leleco)
16. Tamo aí no role (Part. Rodrigo Brandão) (Prod. Dario)
17. Eu me perdi na madrugada (Prod. Drunk)
18. 180 por hora (Prod. Sala 70)
19. Segunda chance (Prod. Nave)

seja o primeiro a comentar

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.