O Bagulho É Doidão – AXL (beat: André Laudz)

Atualizado em 27/08/2014

AXL lançou a música “O Bagulho É Doidão“, com produção musical do curitibano André Laudz.

O Bagulho É Doidão” é a primeira música a ser lançada do disco do rapper que deve vir em 2013 e saiu logo depois que o dia 21 acabou e a previsão de fim do mundo não se concretizou. “Só quem viver, verá” dizia o teaser do som.

A música foi mixada e masterizada por Luiz Café e tem voz adicional da Tássia Reis.

Abaixo cê confere a letra e o download oficial:

Letra:

Verso 1

Mistura A.X, etanol, Biggie Smalls, alcatrão
Tudo que vivi dá um molotov, síndrome de plutão
Nesse impasse mexicano cilada é coração
Sumário brasileiro de onde seu filho perde a noção
Nobre como o mano que por mim tá, sem perguntar
Quanto tem, quanto vem, quanto vai fechar?
Nesse mês, no outro mês, quando vai virar?
Vai, vai, vai…
Agora cabe “Benz”, nas rimas, na rua se benze
É 13, vai, vai, vai… Ficar sem!
Encomenda um caminhão de cd, quer pagar pra vê?
Na esquina mais barato que droga viciando você
Traficante que a polícia não, não pode levar
Sou Sinatra, patrão igual Catra
Pode pá!

Refrão

Os grave estoura as bic, os grave espanta os bico
Situação de risco na noite como eu fico, fico, fico…
Com a função! Dá rua é o visto
O Bagulho é Doidão!

Na rua, na rua… O Bagulho é Doidão! (4x)

Intro Verso 2

Entre reis e ratos, quem deu dois tapas nas minhas costas inventou o boato
É o fraco de mente, mentindo pelo fato de admirar e a inveja não deixar admitir
O coração puro enxergará
Tamojunto? Tamo porra nenhuma!

Verso 2

Mistura flow, cocaína, Zapata e taurina
Igual Sidartha, mano. Mas vê se não embaça na minha
O que não me transforma em Otelo, preso, alma, prego o ego
Do muro pra dentro cego, igual presente de grego
Quer justiça na rua? Oferece sexo sem dinheiro pra puta
Por comida no prato, qualquer reta é curva
Se sentiu farto? Então qualquer buceta é amor
Luz sem parto, se liga no que a rua ensinou…
É fácil, tão frágil que fugiu
Não foi ágil, não agiu, tipo plágio e fundiu
Isso aqui é Brasil tio…
Tá a mercê, merci, sou Messi
A com X, jogar pra vencer foi o que eu fiz
Se ligo?

Verso 3

Mistura o peso nos ombros, dificuldades da vida em meio aos escombros
Como é que eu vou sonhar? Procurando a saída
Vi, a saída sou eu, é necessário lutar
Pecador, foi necessário matar
Algo dentro de mim, ou melhor, pra se encontrar é necessário mudar
Menino com medo no canto do cômodo mais um monstro por dentro
Longe por incomodar, conflito de sentimento
Sem sentido, sentindo incômodo, a bomba tão perto
Dentro do peito, vazio, há tempos eu vou
Vim pra vencer, shiu!! Cala boca
Se ligo?

Refrão

Os grave estoura as bic, os grave espanta os bico
Situação de risco na noite como eu fico, fico, fico…
Com a função! Dá rua é o visto
O Bagulho é Doidão!

Na rua, na rua… O Bagulho é Doidão! (4x)

seja o primeiro a comentar

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.