Atleta olímpica treina inspirada pelo RAP: “eu falo que o Kamau me deixa forte”

Na última terça-feira (15), o Manos e Minas, da TV Cultura, disponibilizou em seu canal do Youtube uma série de vídeos de programas passados.

Entre eles, um que foi ao ar no dia 22 de fevereiro de 2014 chamou a atenção: a saltadora Keila Costa, que já representou o Brasil em duas Olimpíadas, comentava seus gostos musicais.

“[Meu gosto pelo] RAP começou lá em Recife, durante as viagens. A gente viajava bastante de ônibus pra competições Norte/Nordeste. Tinha uns meninos que escutavam muito Racionais; eu adoro “Negro drama”, do Racionais. Eu aprendi vários RAPs, na época com eles, e aí fui gostando”, contou ela.

A ligação do esporte com a música é intensa. É bastante comum ver atletas se dirigindo ao estádio, ao ginásio ou à prova, no caso do atletismo e natação, com seus fones de ouvido.

Keila ainda fala de seu gosto por Samba e Pagode e que ouve bastante Thaiguinho. Mas, antes de a entrevista acabar, ela ainda falaria como o RAP a ajuda no dia a dia.

“Hoje, a trilha que não sai do meu fone é do Kamau; a música ‘Equilíbrio’. Gosto muito!”, afirmou a atleta. “O que ele fala na música é o que eu faço aqui. A música me fortalece. Eu falo que o Kamau me deixa forte; faz com que eu treine com mais vontade”, concluiu.

O programa Manos e Minas vai ao ar todo sábado, às 17h, na TV Cultura.

seja o primeiro a comentar

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.