Hebert MC lança música “That’s My Style”.

Atualizado em 14/01/2014

Nesta terça-feira (10), Hebert MC lançou a música  “That’s My Style” que contou com a produção musical de Mazili Beats e Pertnaz.

Na busca do auto-conhecimento, Herbert MC relata um pouco sobre sua visão de vida, seus problemas e seus motivos pra fazer rap.

https://soundcloud.com/mazilibeats/thatsmystyle

Emano nos poros os sentimentos que a caneta risca.
Olinda vejo os PE-15 passar, os contrastes das cores do pisca-pisca.
Meninas são odaliscas no arem da ignorância.
Insônia no sonho da infância, prestes a cair numa ilusão a curta distância.

Irmãos de sangue correndo atrás do tempo perdido.
Muitos estão sangrando, poucos estão progredindo.
Não sou senhor do destino, que retornem os filhos pródigos.
Minha luta eterna é contra mim e o ponteiro do meu relógio.

No vale da sombra da morte, quem nunca agiu de forma instintiva?
Sem estudo, sem chão e sem mundo. Sem perspectiva!
Somente o Amém do cântico do salmo e a voz que diz: Filho prossiga.
Longe de ser Coragem, o cão corvarde. Despertei tarde mas tô na estiga.

Briga de galera, oitão na cintura, eu e meu irmão feito Bonnie e Clyde.
Baile Funk, pixação, mas tudo passa, tudo é fase. A má fase.
Hoje não atuo nesse filme triste.
Não tenho orgulho, mas o maior prego é o que nega suas origens.

Eu não nego, a escravidão do ritmo eu me entrego.
Não pra elevar meu ego, o mundo é o pior cego.
E o meu fardo eu carrego, trabalho pra botar meu bonde na pista.
O equilibrio vem do surf, a coragem de um skatista.

Aposto todas minhas fichas naqueles que estão comigo.
Deus me livre e guarde dos covardes disfarçados de amigo.
Jah dê liberdade pros que injustamente foram presos cativos.
Eu liberto da cela de carne e ossos quero que me leve contigo.

Oração, visão do alcance, eterno sonho pra mim.
Porque meus olhos encheram de lágrimas ao ver meu pai na UTI.
Só me restou a fé, palavra da verdade.
Meu herói virou cobaia, repartiu sua dor com estagiários da faculdade.

Mas familia em primeiro lugar, né verdade?!
Não ter um plano de saúde me fez sentir um covarde.
Ouvi meu pai se despedir pedindo pra eu trabalhar.
Disse: filho cuide da casa que eu não vou mais voltar.

REFRÃO

O tráfico é intenso, o tráfego também.
Nas ruas de Recife eu sou só um Zé Ninguém.
Fui humilhado pela tapa suja pela pata de um porco fardado.
Mas a espada de Jah não falha, o que é deles está guardado!

Flores nas cores de treva adornam o caminho da perdição.
Mas a luz de uma vela ilumina a escuridão.
Eloin, Jah, Jeová é quem faz a contenção.
E que se cumpra a profecia, eu manifesto minha razão

DOWNLOAD AQUI

seja o primeiro a comentar

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.