Assessor de Putin faz piada com sanções dos EUA: “o que me interessa é Tupac”

Atualizado em 22/03/2014

Putin
Ao que parece, o Rap realmente está caindo no gosto de chefes de Estado. Poucos dias depois de veículos da imprensa francesa terem noticiado que o presidente da França passou a recorrer ao Rap para melhorar seus discursos, outro caso no mínimo curioso ocorreu, desta vez, na Rússia.

Fruto da novela entre autoridades russas e norte-americanas depois da invasão de tropas do governo russo à comunidade autônoma de Crimeia, na Ucrânia, as sanções impostas pelo governo dos Estados Unidos a personalidades da ex-URSS parecem pouco preocupar alguns alvos.

Um alto assessor do presidente Vladimir Putin fez piadas com as sanções aplicadas pelos EUA dizendo que uma das únicas coisas que ele gosta da América é Tupac e não necessita de um visto para escutá-lo.

Vladislav Surkov é um dos sete funcionários russos sancionados pela Casa Branca, e disse a um jornal local que “é uma honra” para ele estar na lista negra norte-americana.

Outros sancionados do governo russo também debocharam das sanções impostas.

Vi em Independent.

seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *