Se por muitos anos Mano Brown fora discurso garantido quando se falou de Racionais, principalmente na grande imprensa, hoje as coisas parecem ter mudado.

O próprio rapper já deu declarações que um dos objetivos do novo momento do grupo é mostrar um pouco mais de seus parceiros. Não que eles precisem de qualquer permissão, mas até os veículos de comunicação têm os procurado com mais frequência.

“Acho que a maneira que a gente encara o mundo mudou, a gente é mais profissional. Mas a web ajudou”, diria o DJ KL Jay à Folha de S. Paulo sobre o primeiro show na Argentina.

Leia mais:
– Veja como foram os shows de Racionais e Emicida na Argentina;
– KL Jay critica “Somos todos macacos” e confirma inéditas do Racionais em 2014;
– KL Jay fala sobre dificuldade econômica do Brasil e ida de Edi Rock a Globo: “eu não vou”.

Ainda sobre o novo momento do Racionais, ele falaria ao Vírgula Música sobre a turnê especial de 25 anos e sobre o repertório musical que os representa hoje.

“Há algumas músicas no nosso trabalho que não cabem mais. São faixas que não se encaixam mais no momento, no que nós somos hoje. Embora sejam músicas que marcaram nossa história, nós não conseguimos mais cantá-las”, contou. “São músicas que a gente não canta mais como ‘Mulheres vulgares’, ‘Tempos difíceis’ e ‘Hey boy'”, completou.

Contundente, o DJ criticou a Copa do Mundo que acontecerá no país, antes de confirmar que não a assistirá, e chamou o governo Dilma de “fiasco”.

“Para mudar esse país é necessário ter coragem de morrer. É preciso estar disposto a morrer. As mudanças precisam ser drásticas e esbarram em muitos interesses de pessoas poderosas. Eu ainda não vi um chefe de estado pronto para encarar tudo isso”, afirmou.

À mesma matéria, ele ainda defenderia as tentativas de mudança do Lula, embora acredita que o ex-presidente fez muito pouco, falaria sobre seus exemplos de cidadania e voltaria a falar sobre o Brasil ser “racista pra caralho”.

Vi no Vírgula Música e recomendo a leitura da entrevista completa.

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*