Lembra que a gente publicou uma foto do Kanye West com o Emicida, tirada no Rio de Janeiro, que criou boatos de uma parceria entre eles? Pois é, não era esse o motivo da visita do rapper estadunidense.

Mas, também não era apenas pelo Carnaval. Segundo Bruno Astuto, da Época, o rapper quer “adotar um estúdio de gravação solidário na favela do Vidigal, no Rio”.

E se você pensou “poxa, que projeto bacana!”, espera que ainda tem mais. O estúdio seria, na verdade, parte de um projeto ainda maior do Vik Muniz, aquele que concorreu ao Oscar de melhor documentário por “Lixo extraordinário”.

O artista está próximo de abrir a “Escola do Vidigal”, que trará arte e tecnologia a crianças e adolescentes; o formato de ensino está sendo estudado com o Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos Estados Unidos, como bem informou o Vidiga!.

A grande ideia por trás disso, além de toda questão social, é que as crianças deixem de ser consumidoras e passem a ser as produtoras da arte e da tecnologia.

“A ideia é que as crianças do asfalto também possam subir aqui, e desta convivência, criarmos uma maior integração”, contou Vik Muniz ao Vidiga!.

Ainda segundo o site, a previsão é que as obras terminem em maio ou junho e que o artista, após isso, comece a trabalhar no conteúdo.

Vi na Época e Vidiga!.

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*