Não existe atividade mais popular no RAP do que as Batalhas de MCs. Não popular de “pop” ou “famoso”, mas popular de pro povo mesmo.

Diferente dos milhares de reais pagos para assistir a um jogo da Copa do Mundo no Brasil, as batalhas são abertas a todos que quiserem chegar.

Entretanto, assim como em todas as áreas do país, o evento futebolístico deve mexer também com o Hip Hop, que, de acordo com depoimentos nas redes sociais, gostaria de se manter o mais distante possível de toda corrupção e superfaturamento.

Os organizadores da Batalha da Leste, tradicional duelo de MCs que acontece na zona leste de São Paulo desde 2011, já buscam algumas alternativas para “se manterem vivos” durante a Copa 2014.

Isso porque a batalha acontece na passarela que liga a estação Corinthians-Itaquera ao estádio “Itaquerão” e a FIFA tem controle sobre a área no raio de três quilômetros do estádio em dias de jogos, podendo vetar encontros não-autorizados.

Embora não tenham conseguido entrar em contato diretamente com a instituição, os organizadores inscreveram a Batalha da Leste no VAI (Valorização de Iniciativas Culturais) e foram aprovados.

“A prefeitura ter nos reconhecido é uma forma de mostrar à Fifa que fazemos um trabalho sério”, analisa Augusto Oliveira, criador da batalha, à Folha de S. Paulo. “Queremos mostrar nossa cultura. Vai vir gringo aqui e ele nem saberá que fazemos isso”, conclui.

A Batalha da Leste acontece todos os sábados, a partir das 15h.

Vi na Folha de S. Paulo.

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*