Na última segunda-feira (17), o “CQC”, da Band, mandou pro ar o “Torcida VIP” mesmo com ameaça de processo por parte do Lobão.

No quadro, Ronald Rios comanda um grupo de “torcedores” que, inspirados pelas torcidas organizadas, entoa coros elogiando ou tirando um sarro de celebridades.

“Pó, pó, pó, pó, pó, pó, pó, pó / Simpatizava com Lula-la / Agora caga pra geral / Tem a língua afiada/ Mas afinou pro Mano Brown”, diziam os versos cantados para Lobão; ele não gostou da brincadeira e, dentro do próprio quadro, respondeu com um “Afinei pro Mano Brown é o caralho”.

Leia mais sobre a rixa:
– “Diário de um detento foi um hino pra mim”, afirmou Lobão a “falso Mano Brown”; ouça o trote completo!
– Mano Brown responde às críticas de Lobão: “age como uma puta pra vender livro”;
– Em resposta a Lobão, assessoria de Mano Brown desmente ligação e show em conjunto na Virada Cultural;
– Em show na Virada Cultural, Lobão dedica música ao Racionais.

Entretanto, o músico parece não estar com muita sorte. Mal sabia ele que o “Pânico na Band” revelaria o áudio do trote, feito em 2013, em que um humorista se passa pelo líder do Racionais tentando tirar satisfação.

Trote este que mostra um Lobão bem mais calminho do que aquele que encheu a imprensa de matérias com depoimentos criticando o rapper. “‘Diário de um detento’ foi um hino pra mim” e “Te admiro como poeta pra caralho”, ele chegou a dizer na ligação.

Contraditório? Só não tanto quanto Lobão tentar impedir que uma matéria sua vá ao ar ao mesmo tempo que critica as supostas censuras do governo.

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*