Nos últimos dias, a história entre Mano Brown e Lobão ganhou um novo capítulo, quase um ano depois do último “confronto”.

De acordo com o Notícias da TV, após gravar o “Agora é tarde”, na BAND, o cantor foi abordado na saída da emissora por um quadro novo do CQC, intitulado “Torcida VIP”, apresentado pelo Ronald Rios, grande fã de RAP.

Cerca de 30 “torcedores” abordaram Lobão e, ensaiados como uma torcida organizada, entoaram em coro: “Pó, pó, pó, pó, pó, pó, pó, pó / Simpatizava com Lula-la / Agora caga pra geral / Tem a língua afiada/ Mas afinou pro Mano Brown.”

Ainda de acordo com a matéria, o cantor não teria se importado com os primeiros versos, mas teria ficado realmente furioso com a menção a Mano Brown; “Mano Brown é o caralho”, teria respondido tentando arrancar o microfone do repórter.

Leia mais sobre a rixa:
“Diário de um detento foi um hino pra mim”, afirmou Lobão a “falso Mano Brown”; ouça o trote completo!
– Mano Brown responde às críticas de Lobão: “age como uma puta pra vender livro”;
– Em resposta a Lobão, assessoria de Mano Brown desmente ligação e show em conjunto na Virada Cultural;
– Em show na Virada Cultural, Lobão dedica música ao Racionais.

A referência é antiga. Mais especificamente de maio do ano passado quando algumas passagens do novo livro do Lobão caíram na mídia para divulgação do trabalho. De acordo com o Vírgula, ele escreveu:

O rap e o hip hop viraram um órgão de propaganda das ideias medíocres e revanchistas do PT, com a sua maior expressão, os Racionais MCs virou uma ridícula caricatura de toda esta doutrina (…) São efifanias de Mano Brown, abrandar clichês anacrônicos a convocar o terrorrismo explícito (…) Exatamente como era de se esperar de um papagaio piegas e recalcado. O tão chamado idiota útil.

Pouco tempo depois, Brown respondeu através do Twitter que estranhou a atitude, afirmando que Lobão nunca o conheceu além de um cumprimento quase 20 anos atrás.

“Ele que pregava a ética e rebeldia, age como uma puta pra vender livro”, afirmou o líder do Racionais. “Tô sempre no Rio de Janeiro, se ele quiser resolver como homem, demorô!”, completou no que pra muitos foi um chamado para briga; pode muito bem ter sido também um chamado para uma conversa mano a mano, sem o intermédio da mídia e Internet.

Fato é que após isso ainda houve um suposto trote que fingia a reconciliação e uns versos do Lobão em “homenagem” a Mano Brown durante a Virada Cultural de 2013.

Agora, o cantor ameaça processar a BAND por não ter gostado muito da brincadeira do CQC. Como bem levantou o próprio Notícias da TV, “será no mínimo uma contradição do músico, que vive alertando para o risco de o PT censurar a imprensa”.

Qualquer novidade sobre o caso, assim como vídeo da reportagem e etc., publicaremos aqui, então: fique atento, irmão, fique atento!

Vi no Notícias da TV.

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*