Com a biografia oficial do Sabotage na mala, o autor Toni C. segue para os Estados Unidos, mais especificamente para Nova York, onde participará do “Think Tank”, evento que visa profissionalizar o Hip Hop na área da educação.

A iniciativa é direcionada ao público geral e é promovida pela Hip Hop Education, em parceria com a Universidade de New York, Instituto de Desenvolvimento Urbano e Educação Minority e Columbia University; o tema deste ano é “O legado da educação Hip Hop”.

“Ir aos Estados Unidos palestrar sobre Hip-Hop é como se um chinês viesse ao Brasil para falar de samba. É desafiador, mas possível, afinal o hip-hop é local e global ao mesmo tempo”, compara o autor.

Com duração de 2 dias, o evento promete ser especial, afinal, não é sempre que se pode comemorar os 40 anos da manifestação cultural de rua mais popular das Américas. Além de debates e exibições de filmes, as mesas de discussão tratarão de questões e ideias que serão pesquisadas, analisadas e respondidas por diversas pessoas ligadas à cultura Hip Hop de todo o mundo, reforçando a diversidade cultural que cabe dentro do seguimento.

Toni C. também estará no “Annual Hip-Hop History Month Celebration Elements of Cuture”, promovido pela mesma Hip Hop Education, que convidou o brasileiro. O “Encontro anual de Hip Hop” tem como objetivo reconectar as peças mais influentes do Hip Hop às ruas, que fizeram nascer a expressão cultural vivenciada por elas.

Mais sobre o Sabotage:
– 23 coisas que você não sabia sobre o Sabotage;
– 12 versos do Sabotage que você nunca tinha lido;
– Assista ao doc “Sabotage Nós” e conheça a caminhada do “Maestro do Canão”.

Além de “Um bom lugar”, Toni também escreveu o romance “O Hip Hop está morto” e organizou os livros “#PoucasPalavras”, do Renan Inquérito, “Um Sonho de Periferia”, “Hip Hop a Lápis” e “Literatura do Oprimido” ; foi o diretor do documentário “É Tudo Nosso!”.

Vi no LiteraRua.

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*