Nesta segunda-feira (29), logo após a música “Zóião” tocar na estreia da novela “Sangue bom”, da Rede Globo, Emicida lançou-a na Internet.

Além da música na trilha sonora, o rapper também aparece representando a si mesmo no primeiro episódio da novela, o que gerou muita discussão nas redes sociais; por fim, Emicida, através de um longo depoimento em seu Facebook, respondeu aos críticos questionando: “quem jogou pedra construiu o quê?”.

Além de “Zóião”, que foi produzida por Dj Zala e Felipe Vassão, a trilha sonora de “Sangue bom” também possui a música “Vagalumes“, da Pollo.

Abaixo cê confere a letra e o download oficial da música:

Letra:

(Refrão)
Tem gente que não pode ver ninguém feliz
Apronta, conspira contra infeliz
Na vila a gente logo aponta e diz
Esse ai é zóião, zóião

Tê vê chegar com a compra e corre pro portão
Zóião, zóião
Sabe quem paga à vista e quem faz prestação
Zóião, zóião
Quem tá comprometido, quem tá de pegação
Zóião, zóião
É até talarico, quer a mulher do irmão
Zóião, zóião

Maior do que a barriga, imagina
Truta, escuta, esse não entra na China
Pescoço de girafa, na esquina
Bolando plano infalível tipo Cebolinha, traquina
Sabe das coisas suas e das minhas (minha)
Inveja alegria de todo mundo tinha
Que purificar a alma, vagabundo, perde a linha
Pegou o bonde agora e já quer ir na janelinha
Gente sem visão, sem amor
Com olho do tamanho de um hambúrguer no progresso do trabalhador
Peço ao orixá, ao senhor
Me livra dessa zica, isso é atrasa lado, é rancor

Refrão
Tem gente que não pode ver ninguém feliz
Apronta, conspira contra infeliz
Na vila a gente logo aponta e diz
Esse ai é zóião, zóião

Tê vê chegar com a compra e corre pro portão
Zóião, zóião
Sabe quem paga a vista e quem faz prestação
Zóião, zóião
Quem tá comprometido, quem tá de pegação
Zóião, zóião
É até talarico, quer a mulher do irmão
Zóião, zóião

Criador de briga, semeia intriga
Faz o que tava junto perder a liga
É mentira pra cá, fofoca pra lá
Pipoca, se toca, rapá
Entre o malandro e o mané
Você sabe muito bem quem ele é, é
A fala é blefe, puxa saco do chefe,
Tudo no interesse sujo, mequetrefe
Zóio de fura lupa, zóio de tandera
Esconde, que se ele ver já era
Arruda, Deus ajuda até cético
E esse teu olho gordo, carece é de um colírio dietético

Refrão
Tem gente que não pode ver ninguém feliz
Apronta, conspira contra infeliz
Na vila a gente logo aponta e diz
Esse ai é zóião, zóião

DOWNLOAD OFICIAL

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*