Gueto é fantástico - Don L e Terra Preta (produção Skeeter)Sabe aquela música que tem o poder de se transformar em hino? Daqui pra frente se me perguntarem: “Como é o gueto?”, apenas responderei: “O gueto é fantástico!”. Com a produção mais uma vez ótima de Skeeter, Don L e Terra Preta fizeram o que se esperava deles: um som pedrada. É um som de fácil identificação para MCs e quem trabalha nesse estilo. É o estilo do gueto, por isso poderia ver hino.

O Terra Preta e o Skeeter você já me viram falar muito por aqui, mas talvez não saibam bem sobre o Don L: de Fortaleza, faz parte do grupo Costa a Costa e prepara o seu álbum solo, que, se mantiver nessa linha, tem tudo pra ser destaque nacionalmente. Aliás, o cenário nordestino desponta como uma boa fonte de talentos, visto que além de Don L temos o RAPadura, mandando super bem e se destacando, e o grupo Versu2, que é sem comentários.

Letra:

Eu sei tem muita gente olhando pra mim
Querendo entender de onde eu vim
Se falo que é favela
Os caras cola pra dizer que o gueto é fantástico!
Eu já virei as matinas
Investi tudo que tive nas rimas
Eu conheço as esquinas
Já vivi assim com um dedo na pistola
Mas cuidado que isso não é de plástico!

Eu já virei as matinas
Tentando subir na vida, meus gueirros na pista
Procurando uma D20 cinza com a chave mixa no centro
Garantir 120g do investimento
Eu conheço as esquinas
Fui pro ringue assim, sonhando com as mina linda
Nos camarins senti o coração acelerar a batida
Quando vi os cone passei com 3 quilo de cima
Eu dormia com a mina de cima
É fantástico e fica até bonito na rima
Mas não queira na vida
Porque é mais sinistro que cê imagina
Tu não sabe qual é a fita quando sangue espirra
Resumindo: eu subi, eu curti, eu peguei em grana
Eu cai e eu me arrependi, pisei lama
Eu fiquei em coma
Mas eu prometi, eu me levantei
Avisa aí que eu voltei
Toma!

Eu sei tem muita gente olhando pra mim
Querendo entender de onde eu vim
Se falo que é favela
Os caras cola pra dizer que o gueto é fantástico!
Eu já virei as matinas
Investi tudo que tive nas rimas
Eu conheço as esquinas
Já vivi assim com um dedo na pistola
Mas cuidado que isso não é de plástico!

Nego, alguém me vê nas madruga
Fazendo os RAP insanos, atirando e saindo na fuga
É dura a disputa e vi que vários manos caem
Perdoe eles porque já não sabem o que fazem, pai
(Na cena) Vejo os herói à paisana
Não conseguem pegar peixe que não tem escama
Numas
De fazer fama e levantar uma fortuna
Vários tão maquinado e esperando a hora oportuna
Eu montei o meu negócio próprio
Os muleque tão na rua, distribui o produto
Trama
Sempre fiel na contenção da campana
Incrível que não reclama porque faz o que ama
Veja a consequência de um total descaso
Chegar no topo não vai ser por acaso
Deus, eu sei que é pecado
Mas esses viciados não conseguem viver mais um dia sem a minha música

Eu sei tem muita gente olhando pra mim
Querendo entender de onde eu vim
Se falo que é favela
Os caras cola pra dizer que o gueto é fantástico!
Eu já virei as matinas
Investi tudo que tive nas rimas
Eu conheço as esquinas
Já vivi assim com um dedo na pistola
Mas cuidado que isso não é de plástico!
(x2)

DOWNLOAD

#vaiRAP

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*