*Antes de ler este post, recomendo que leia “Com site e vídeo exclusivos, Terra Preta anuncia o novo EP 1987“, pra outros detalhes do cd.

Nasci em 1990, no interior de SC, posso não ter vivido diretamente nada do que aconteceu, mas agora posso dizer que senti como foi a parada. Desde a primeira faixa dá pra sentir qual é. Terra Preta explica detalhadamente e, melhor, musicalmente. Às vezes essa puta musicalidade me deixa um pouco pé atrás pra chamar ele de rapper. Do tipo, acho que o rapper pode, além de letra e batida, ter uma voz boa, claro que sim, tem vários aí, mas a voz do cara é embaçada demais!

Enfim, voltando à história do cd. A começar pelas batidas, só elas já te fazem voltar no tempo, lá atrás. Quando começou a tocar assim, me senti em um episódio de “Um Maluco no Pedaço”, primeira coisa que eu pensei. Imaginei uma roda de break, no centro da cidade, cultura de rua das antigas mesmo. Acho que foi isso que o Terra Preta quis causar, transportar os ouvintes àquela época, fazê-los se sentir em 1987. Funcionou pra mim.

A flutuação pelos temas também é da hora. Desde a importância do DJ, que é uma puta vertente do hip hop e, como diz o próprio Terra Preta “se não fossem os DJ, o que seriam dos bboys? E até mesmo dos MCs?”, até a o início da rixa com a polícia, que esteve muito presente durante toda a história da cultura de rua e ainda está.

CAPA 1987 E.P - Terra PretaPela escolha do nome das músicas já dá pra perceber que ele não quis deixar nenhum detalhe, nenhuma parte importante de fora, quase que dedicando uma música inteira às fundações da cultura.

Com uma voz incrível e umas base do Esze Doins trincando nas antigas, Terra Preta conseguiu contar a sua história e dar uma linda visão da história do Hip Hop em uma junção que fluiu muito bem, fácil de se ouvir. A mensagem foi passada com muita habilidade! Em uma EP, Terra Preta resumiu uma história rica em detalhes, contada em 7 músicas ricas em qualidade. Voz, letra, batida, ginga… agora só “Dance, mostre tudo o que você tem. Dance, o que importa é que se sinta bem!”

DOWNLOAD

#vaiRAP

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*