25. “Bang”, do Cachorro Magro

Diretor: Escriche e Delarosa
Álbum: O inferno do Cachorro Magro (O EP do vilão) | 2014

Além de todo clima psicodélico, com direito a luz negra e pinturas pesadas no rosto, destaca-se no clipe também as participações do Clã e da Máfia do Cachorro Magro, com vários integrantes do RAP carioca.

Uma festona, digna de quem tava na de mostrar uma nova alcunha e um novo lado como rapper; boa maneira de chegar mostrando a que veio.

24. “Coisas de Brasil”, do Rincon Sapiência

Diretor: Luba Construktor (DJ A.S.M.A)
Álbum: SP Gueto BR | 2014

É muito fácil quando se fala da diversidade brasileira mostrar a beleza das nossas florestas, danças e da grandiosidade da nossa cultura. Entretanto, é assim fácil também não perceber a riqueza que encontramos no dia a dia. Rincon Sapiência mostra as várias caras do País, sem se prender às maravilhas, nem às decadências.

“Saímos com as câmeras e fizemos retratos das pessoas que achávamos que tinham um perfil legal. Tem um negão que aparece de terno, um sorriso simpático, cheio de anéis nos dedos, até parece que foi algo produzido, mas não, nós o encontramos andando na rua. No meu ponto de vista é um dos detalhes mais ricos do vídeo”, contou ele à Rolling Stone Brasil.

23. “Essa é pra você”, do Zulumbi

Diretora: Camila Miranda
Álbum: Zulumbi | 2014

Se já não bastasse o contagiante som em homenagem aos bailes blacks dos anos 70, berço do Hip Hop Brasileiro, o Zulumbi ainda trouxe vários nomes de peso pras filmagens; Nelson Triunfo, King Nino Brown, Ogi, DJ Nato PK, Enézimo,Espião, Munhoz, entre outros.

De acordo com os caras, é uma “releitura bem pessoal de Sr. Tempo Bom”, o clássico de Thaide e DJ Hum.

22. “Anônima”, da Tamara Franklin

Diretor: P.Drão
Álbum:

Tamara Franklin deu um show em todos os critérios que você pode esperar de um RAP. Reuniu a geral da quebrada, meteu uns break e ainda quebrou tudo nos versos, que além de mostrar um pouco da sua trajetória também fazem uma boa análise da cultura. O clipe se destaca por conseguir dar ainda mais ênfase a essa ideia.

As imagens foram gravadas na comunidade do bairro Pedra Branca, em Minas Gerais.

21. “Você diz que o amor não dói”, do Marcelo D2

Diretora: Gandja Monteiro
Álbum: Nada pode me parar | 2014

De todas as produções do “Dia do clipe” lançadas pelo Marcelo D2, esta é que mais se destaca, sem dúvida. A simplicidade encontrada em Luanda, na Angola, onde o vídeo foi gravado, conecta-se quase que perfeitamente à leveza do som. Apaixonante!

“Estávamos procurando um grupo de crianças pra cantar o refrão, e no ‘flow’ da viagem, encontramos elas lá. Nossa viagem de 3 dias rendeu muito mais do que imaginávamos e a filmagem seguiu a ideologia do jazz, prestando atenção na beleza que nos rodeava e na espontaneidade do momento”, comentou a diretora.

Não perca mais nenhum post!

2 Comments

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*