Lobão parece que não vai descansar até arranjar uma treta generalizada no RAP Brasileiro. Depois dos diversos episódios com Mano Brown e da crítica por parte do GOG, o cantor agora resolveu atacar a classe como um todo.

Leia mais:
“Afinei pro Mano Brown é o caralho”, afirma Lobão em vídeo que tentou censurar; assista!;
– GOG critica Lobão: “não compactuo com quem fica de quatro pro Sistema”.

Através do seu perfil oficial no Twitter, ele afirmou que o “RAP é majoritariamente burro”, em referência aos artistas do gênero, logo depois de fazer a mesma afirmação sobre ser “do PT”.

A afirmação veio no dia seguinte à participação do Lobão como um dos líderes do protesto que pedia o Impeachment da presidenta Dilma (PT), eleita democraticamente no final de semana anterior; o protesto também pedia intervenção militar (aquela mesma que instituiu uma ditadura no Brasil por 25 anos), com o qual o cantor diz não concordar.

Ele foi um dos grandes nomes da campanha pró-Aécio Neves (PSDB) durante as eleições presidenciais e chegou a afirmar que deixaria o País caso seu candidato perdesse, o que não foi cumprido.

O curioso é que tanto o RAP quanto o PT já foram adorados pelo Lobão. Aliás, em meio à “Guerra Fria” com Mano Brown, o cantor chegou a afirmar que “Diário de um detento”, música do Racionais, foi um hino em sua vida.

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*