Setembro chegou e além da primavera que aparece no dia 23, o Mês da Cultura Independente também surge no horizonte pra animar a galera de São Paulo com várias atrações gratuitas.

A partir do dia 6 de setembro, serão 123 eventos distribuídos em 37 espaços. Obviamente, o Hip Hop terá um papel monstruoso nessa brincadeira toda.

No dia 7, Edi Rock abrirá o show do GZA, um dos fundadores do Wu-Tang Clan, no Vale do Anhangabaú, no centro da cidade; no mesmo dia, Emicida se apresenta no CEU Inácio Monteiro.

Já no dia 10, a galera do Rosana Bronk’s  vai colar pra “4ª do Flow” na Galeria Olido; no dia 11, na Praça das Artes, rola a Liga dos Beats, valorizando os beatmakers brasileiros; no dia 13, também na Praça das Artes, tem showzaço do Zinho Trindade, bisneto do Solano; no dia 14, no Centro de Formação Cultural de Cidade Tiradentes, rola A’s Trinca & Débora Guerra, AFavel e Sharylaine;

No dia 26, a Prefeitura de São Paulo irá instituir na esquina das ruas 24 de maio com a Praça Dom José Gaspar, o “Marco Zero do Hip-Hop” – lá foi assentada uma pedra de granito e nela gravada o nome dos dançarinos precursores do movimento. Para comemorar, velha e nova escola da dança urbana se reúnem para um bom Baile Black comandado por Nelson Triunfo.

No dia 27, na Galeria Olido, o DJ KL Jay comanda o seu “Rotação 33” e convida Gaspar, Max B.O, Lívia Cru, Aori, Kamau, Parteum, Andromeda e De Leve.

Também no dia 27, acontece no Capão Redondo a tradicional festa “100% Favela”, que reunirá Realidade Cruel, Dexter, Negredo, Sistema Negro, Nocivo Shomon, TR3F, Rapa da Godoy, Ferréz, Sérgio Vaz, Atitude Feminina, Rosana Bronk’s, Versão Popular, Bong Africano, MC Cauan, Somatória, Grupo Kasual, 1 Mano MC, Samanta, O Ki Loko, Cúmplice, entre outros.

E tudo isso é apenas no quesito “Música popular”. Ainda teremos exibição do filme “Cidade cinza”, saraus, lançamentos de livros e várias outras atividades.

Confira a agenda completa do evento e se programe!

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*