Quando Criolo lançou o single com as músicas “Duas de cinco” e “Coccix-ência”, ainda no ano passado, sua equipe já havia anunciado que o segundo semestre de 2014 seria reservado para a gravação de um novo álbum.

ATUALIZAÇÃO: “No final do ano, se Deus quiser”, afirma Criolo sobre lançamento do disco.

Não deu outra. Há algumas horas, quando ainda estávamos na noite de segunda-feira (29), o rapper levou seus fãs no Facebook para dentro do estúdio com uma bela foto ao lado de Daniel Ganjaman e Marcelo Cabral, dupla que produziu o “Nó na orelha”, e dos músicos que tramparão junto na produção.

Embora lia-se “primeiro dia de gravação” na legenda, isso talvez não fosse inteiramente verdade ou, pelo menos, não da maneira que acreditávamos. No dia anterior, Ganjaman já havia “dado a largada” e soltado uma palhinha da brincadeira. Claro, claro, nada além de um aquecimento pro trabalho final, mas suficiente pra ansiedade se manifestar.

Mas, Criolo gostou da brincadeira e continua mantendo os fãs atualizadxs (fotos abaixo). No terceiro dia, o rapper registrou as presenças dos músicos Rodrigo Campos e Kiko Dinucci, que não nos surpreenderiam se aparecessem nas participações.

O que podemos esperar? Tudo. E nada. Repetir o que foi feito no disco anterior seria impossível e até indesejável. Colocar qualquer barreira artística no Criolo seria uma estupidez tremenda. Definitivamente, é desnecessário tentar prever algo; só nos resta esperar (e torcer) pela sua próxima maluquice (ele tirou o “Doido” só do nome, pois continua insano!).

Até imaginar uma lista de músicas parece complicado. Poderíamos facilmente dizer que é provável que “Duas de cinco” e “Coccix-ência” estarão presentes, ainda mais depois de toda repercussão do curta-metragem que as uniu, mas que embasamento temos de verdade para afirmar isso?

E aquela música pro “Tabu”? Difícil. E aquela outra pro movimento Ocupe Estelita? Seria uma surpresa. E a “Doum”, do filme “Cidade Cinza”? Olha… Mas, “Casa de mãe” e “Quatro da manhã” são certezas, né? Apenas prováveis.

O leque de opções apresentadas é grande; o leque de opções imagináveis é infinito. As únicas coisas que podemos afirmar é que o novo álbum ainda não tem nome anunciado e que, mesmo assim, já é um dos mais esperados do RAP Brasileiro (provavelmente para 2015)!

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*