Na madrugada desta sexta-feira (4), Projota participou do programa “Agora é tarde”, da BAND, que conta com apresentação de Rafinha Bastos.

O rapper contou um pouco mais da sua vida, no início da sua carreira no RAP, e teve que responder umas perguntas certeiras sobre algumas polêmicas recentes. Por exemplo, sobre a parceria com a Anitta, disse que não rolou nada além da parte musical.

Ele comentou também a briga com o Zap-san e afirmou estar tudo resolvido, pelo menos no caso da música “Frases”. Afinal, pouco tempo depois, Zap-san voltou a atacar o colega, desta vez no som “Foco no cifrão (M.O.T.H.A.F.O.D.A.)”.

Leia mais:
– Clipe da parceria entre Projota e Anitta já tá na rua; assista a “Cobertor”;
– Depois de invadir palco, Zap-san explica briga com Projota;
– Zap-san lança “Foco no cifrão (M.O.T.H.A.F.O.D.A.)”, resposta a freestyle do Projota.

E já que foi anunciada a “morte” do Orkut, Projota também falou sobre a fase da sua vida que usava o serviço pra divulgar seu trabalho. Comentou a necessidade de existir diversidade no RAP, destacando tanto a importância de grupos como Racionais e Facção Central, como dele próprio.

Ele ainda mandou algumas rimas de improviso, versos da “Fatality” e encerrou com a “Mulher”, ambas do CD “Muita luz”, lançado em 2013 e escolhido pelo nosso site como um dos destaques do ano.

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*