Parece que é impossível entrevistar qualquer integrante do Racionais sem perguntar sobre o novo disco do grupo. A Folha de S. Paulo engrossou a lista.

Em entrevista com o DJ KL Jay, o veículo tratou logo de resolver essa questão e ganhou uma resposta positiva em troca: “Esse ano tem disco de inéditas. Não vai ser um álbum, vai ser um EP com, sei lá, dez músicas. A gente está decidindo isso ainda. Não sei se ‘Marighella‘ será uma delas.”

A ideia parece ser bem diferente do que o Edi Rock havia falado recentemente, quando, mesmo com ressalvas, disse que estava agendado para o dia 9 de maio, na Fundição Progresso, no Rio de Janeiro; a estréia da turnê especial de 25 anos do grupo, no entanto, está confirmada para o dia.

Ainda na mesma entrevista, KL Jay atribuiu a demora em um lançamento de inéditas à estrutura e à necessidade de um tempo para observar. Afinal, muita coisa mudou.

“Não [temos menos coisas a dizer], mas estamos mais maduros e temos mais cuidados ao falar e agir”, afirmou. “A gente não quer esquecer dos valores que tínhamos que ainda servem para hoje e sem deixar de atentar para a modernidade e a renovação”, explicou.

Mas, a parte mais interessante da entrevista ainda estava por vir. Com a campanha “Somos todos macacos” em alta nos últimos dias, o DJ, que nunca escondeu sua opinião sobre o racismo no Brasil, foi enfático em suas críticas.

“O Neymar é um cara ingênuo. Nós, com 20 anos, tínhamos uma noção racial porque ouvíamos Hip Hop, que fez a gente ir atrás. Isso não foi mostrado ao Neymar”, disse ao se referir a tag criada em publicação do jogador em seu Instagram. “[A campanha] é típica do Brasil: pobre de espírito e racista. A ideia dela é achar que eu, como preto, preciso ser aceito, então vou comer a banana e me assumir como macaco. Sou absolutamente contra. Para mim, os racistas devem morrer – com isso eu quero dizer que a mentalidade tem que morrer”, concluiu.

Leia mais:
– Na “contramão da Internet”, rappers criticam expressão “Somos todos macacos”;
– Edi Rock volta a falar de previsão para disco do Racionais;
– Racionais fará turnê nacional especial pra celebrar 25 anos de carreira.

KL Jay ainda defenderia que o racismo de hoje é praticamente tão presente quanto há 25 anos, falaria sobre a taxa de homicídio dos negros e comentaria o show do grupo na Argentina, que lotou a casa na última segunda-feira (6).

Vi na Folha de S. Paulo e recomendo que leiam a entrevista completa.

Não perca mais nenhum post!

2 Comments

  1. KL Jay falou a verdade pra quer fazer capanha na internet acho uma opnião dos jogadores fazerem isso seria inútil.. O que aconteçeu!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*