Nesta quarta-feira (12), Guzzy lançou a parte um da música  “Vamos ser sinceros”, que contou com a produção musical de B.Light.

Com a “Liga da justiça” como introdução e recortes de várias manchetes de notícias polêmicas do RAP Brasileiro (inclusive uma delas publicada aqui no site) como plano de fundo, o rapper cutucou os “haters” do gênero.

Algumas polêmicas citadas ou mostradas:
– Slim Rimografia no BBB: pontos positivos e negativos;
– Com inédita, Projota participará do DVD da Anitta; ouça trecho da música;
– Emicida responde a acusações de machismo: “lutamos do mesmo lado”;
– Depois de apresentação no “Caldeirão do Huck”, Edi Rock responde críticas: “sou Racionais, mas não ‘o’ Racionais”;
– Mano Brown aparece em clipe de funkeiro do Capão e desperta fúria de fãs.

Das mais variadas formas, Guzzy questionou os fãs de RAP que apresentam críticas destrutivas para toda e qualquer atitude que não seja de seu gosto, como se ir à TV ou escrever um verso sobre isso ou aquilo definisse o artista.

Ele vai um pouco mais além e reflete as próprias críticas que normalmente são feitas: será que modinha de verdade não é o cara que só sabe chamar o artista de modinha? Ou, por que o RAP não pode tratar de certo assuntos se estes mesmos assuntos são tratados todos os dias na sua casa, escola, trabalho?

Faça o download oficial da “Vamos ser sinceros”.

“Vamos ser sinceros” foi gravada e mixada pelo Wzy, no Little Castle Studio; a segunda parte ainda não tem data de lançamento confirmada.

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*