4. “Homem sem face”, do Sombra

Direção: Ricardo Costa (Ebola)
Álbum: Fantástico Mundo Popular

As imagens e a locação são tão diferenciadas do que a gente costuma ver no RAP Brasileiro que falar desta produção apenas como um clipe é até injusto; parece mais um curta-metragem.

Desde o formato que consiste em contar uma história com começo, meio e fim, que não é assim tão comum em clipes, até a própria história que é contada, Sombra chuta o pau da barraca. Este não é nem de longe um trabalho tradicional.

Os personagens atravessam uma difícil peregrinação pelo deserto, representado pelas dunas de Cabo Frio, no Rio de Janeiro. Ao final, encontram e dominam um acampamento. O prêmio? Um bau cheio de máscaras que imitam o rosto humano.

Enquanto isso, a música destaca as diversas aparências e personalidades que a maioria das pessoas costuma representar, quase nunca revelando sua “real face”.

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*