Na última terça-feira (21), a organização do Planeta Atlântida/RS divulgou os dias e locais de cada uma das apresentações da edição de 2014 e oficializou o corte à participação da Cone Crew Diretoria.

O grupo, que repetiria a participação com o Raimundos feita no Planeta Atlântida/SC, foi substituído na programação pelo Comunidade Nin-Jitsu.

Embora nenhuma nota oficial tenha sido divulgada, o provável motivo do cancelamento foi o comportamento da Cone no palco da apresentação em questão, com xingamentos a diversos outros artistas; logo no dia seguinte, a página do grupo no Facebook apresentou explicações e definiu os atos como ofensas não à “figura e sim a um processo”.

No dia 20, a página em questão já indicava que a apresentação estava comprometida ao publicar que “os queridos da Radio Atlantida disseram que não gostam, não conhecem e não querem a gente no Planeta Atlântida RS”.

Pra completar, no dia 21, Maomé, integrante do grupo, publicou em sua própria página uma mensagem a Pe Lanza; agressivo, o rapper parecia estar respondendo a críticas feitas pelo integrante da Restart sobre o show no Planeta (não encontramos as críticas em lugar algum). Mais tarde, no mesmo dia, Maomé publicou em seu perfil no Facebook um pedido de desculpas pelo seus atos e assumiu a culpa do cancelamento.

O que mais chamou a atenção quanto ao cancelamento do show não foi só o motivo, que ao mesmo tempo que pode ser até válido, não é novidade alguma e os organizadores já deviam estar cientes quando os escalaram em um primeiro momento.

Mas sim o fato de que o show da Cone Crew Diretoria era o mais esperado da edição. Em uma pesquisa do G1, que, assim como o Planeta Atlântida, é da Globo, o grupo recebeu 65% dos votos populares; a segunda posição ficou com o gaúcho Armandinho, que teve apenas 17,74%.

Com ou sem o grupo, o Planeta Atlântida/RS acontece nos dias 7 e 8 de fevereiro; Gabriel o Pensador, Emicida e Pollo estão confirmados.

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*