Olha, não está sendo um dia nada comum no RAP Brasileiro. Quando cê achava que nenhuma polêmica bateria a negação do GOG em participar de um evento da Globo/FIFA, vem a notícia da participação do Slim no BBB14.

Obviamente, isso resultou em inúmeros comentários e, já que é impossível fazer uma contagem fiel, vamos dizer que havia muita gente criticando e muita gente elogiando a decisão do rapper.

Particularmente, como defendo que não existe o certo e o errado, acredito que se o Slim decidiu que isto era o melhor pra ele, não sou eu, que não vivo a vida dele, que vou achar motivos para discordar.

Leia também:
A importância do RAP na TV que ninguém entendeu;
– “A Globo não tinha noção do que eu ia cantar”, afirma Marechal sobre participação no BBB;
– GOG recusa convite para evento da Globo e FIFA: “esqueçam o meu nome!”;
– 10 tweets que já fizeram a entrada do Slim Rimografia no BBB valer a pena;
– Ex-Casa dos Artistas, Xis comenta ida de Slim ao BBB: “ele vai ser o mesmo cara quando sair”.

O que posso fazer, no entanto, é levantar algumas suposições positivas e negativas para pesar a decisão e podermos imaginar o porquê de ela ter sido tomada. Minha intenção é tentar deixar o debate muito mais claro, pois os ataques que estão sendo feitos não soam muito justos.

Antes de mais nada, apenas gostaria de ressaltar três coisas: o programa continua sendo uma grande merda com ou sem a participação de um rapper; “Slim Rimografia traiu/humilhou o Hip Hop” não é uma frase válida porque não fizemos votação alguma para lhe condecorar como tomador de decisões da nossa cultura; e parem com essa idiotice de que o “Hip Hop morreu” por causa da decisão de um ou outro rapper; se você acha que o Hip Hop é menor que um indivíduo, seja ele quem for, você não pertence à cultura e não tem noção alguma pra fazer tal suposição.

Pontos positivos

  • Exposição do trabalho musical do rapper: além das possíveis divulgações dentro da própria casa, muito será falado e publicado sobre sua carreira, tanto enquanto ele estiver lá quanto nas matérias e participações após sua saída, seja ganhando ou não. Definitivamente, isso levará sua música a lugares que ele não havia levado ainda;
  • Ampliação do alcance da mensagem: além das mensagens através de suas músicas se espalharem mais rapidamente, as próprias opiniões do rapper terão uma repercussão maior, podendo levar informações valiosas a mais gente. Tudo bem que em um primeiro momento ele será visto pela maioria apenas como um ex-BBB, mas que seu discurso será ampliado é inegável;
  • O RAP em todo lugar: aquela velha história que já discutimos tantas outras vezes: o programa vai acontecer com ou sem o RAP, será que não é melhor ter alguém/algo lá que nos represente, de um jeito ou de outro? O programa é um grande lixo, mas o Brasil inteiro assiste. Será que não é interesse ter alguém lá que possa dar voz a certas problemáticas que discutimos no dia a dia?;
  • Debate sobre o RAP e a comunicação: o RAP tem um déficit de comunicação muito grande, principalmente quando se trata de meios como o rádio e a TV. Por isso que, mesmo as nossas mensagens sendo tão valiosas, muitos ainda as ignoram. A participação de um rapper em um programa televisivo normalmente já instiga o debate sobre como conduzimos a comunicação; a participação do Slim no BBB deve potencializar isso a números sem precedentes;
  • Possibilidade de protesto: o rapper estará sendo visto pelo brasileiro diariamente então a possibilidade de comentários e ações de protesto contra certas regras da sociedade vigente ou contra a própria Globo são possíveis, mesmo que de forma discreta. Talvez, não conseguirá fazer o que o Marechal fez no ano passado, mas…;
  • Prêmio de 1 milhão: obviamente que o prêmio máximo de 1 milhão de reais poderá trazer inúmeros benefícios tanto para sua carreira musical quanto para sua vida pessoal.

Pontos negativos

  • Vida pessoal altamente exposta: se por um lado a carreira do artista vai ser muito mais vista, por outro sua vida pessoal também. Embora este ponto talvez seja mudo, afinal, ele já é um artista renomado no RAP Brasileiro e já tem sua vida pessoal exposta de alguma maneira, vale lembrar que a mídia que trata do RAP é bem diferente da mídia que trata do BBB, tanto em conteúdo quanto em popularidade;
  • Percepção de que o programa é importante: que uma coisa fique esclarecida de uma vez por todas: o BBB continua sendo uma merda. Um programa que normalmente não agrega droga alguma e só reforça o quanto o ser humano se preocupa com a vida alheia. Com a entrada de um rapper, ainda mais um rapper renomado como o Slim, a atração deve ganhar milhares de telespectadores e a falsa impressão de que realmente vale alguma coisa. Claro que isso não é culpa do Slim, mas tem tudo para acontecer;
  • Proibições e edições de conteúdo: aqui mora o principal problema da participação de qualquer um no BBB ou em qualquer programa da televisão brasileira, principalmente da Rede Globo. Um dos principais motivos para o Eduardo ter recusado convite de ir ao “Programa do Jô”. Embora seja possível a compra da transmissão 24 horas do programa, a maioria das pessoas só assistem aos minutos diários e, como todos nós sabemos, esses minutos são manipulados ao extremo para causar polêmicas. Um elogio ao RAP ou a um rapper pode se tornar uma crítica veemente nas mãos de um editor de vídeo, assim como uma crítica à TV pode se tornar um elogio. E o pior, a maioria não perceberá a diferença. Pior ainda, qualquer comentário e/ou ação só poderá ser esclarecida de verdade quando o rapper sair da casa, visto que ele não sabe o que é transmitido (ou nunca, dependendo do que for e dos contratos assinados). Ou seja, o grande problema do Slim no BBB, na minha opinião, não tem nada a ver com o Slim. Tudo bem que é uma decisão dele se sujeitar a isso, mas como eu já falei, se ele acha bom para a vida/carreira dele, quem sou eu, que não faço parte de nenhuma das duas, para criticar.

Não só por ser admirador da carreira musical dele e respeitar muito a caminhada do mesmo no Hip Hop, mas principalmente por saber o que a TV pode fazer, pediria que todos que assistirem ao programa, seja direta ou indiretamente, recebam as informações da maneira mais racional possível.

Todo mundo sabe do que a Rede Globo é capaz. Antes de tirar qualquer conclusão precipitada, vamos refletir, perguntar-nos e então achar alguma resposta pessoal. Mas, sempre lembrando, a sua resposta é sua, não necessariamente vai ser a mesma que o outro vai encontrar então permita opiniões diferentes.

Este não é apenas um apelo para o caso do Slim Rimografia no BBB, é um apelo para toda sua vida. Reveja; reflita; revolucione!

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*