Embora a passagem de ano seja apenas uma questão simbólica, o recomeço na contagem do calendário sempre inspira muitas expectativas.

Há quem está com o trampo pronto esperando o momento certo para lançá-lo e quem ainda luta para terminá-lo, e 2014 parece um bom ano para ambos os casos.

Em meio a esperanças e confirmações, apresentamos uma lista de CDs que devem ser lançados neste ano que começa:

Sabotage

Assassinado pouco tempo depois de passar horas e mais horas no estúdio, o “Maestro do Canão” provavelmente nunca viu qualquer de suas novas gravações prontas. 10 anos da sua morte se passaram e a esperança de um disco póstumo já foi alimentada diversas vezes; Daniel Ganjaman, Tejo Damasceno e Rica Amabis, que também produziram o seu primeiro e único CD até então, “RAP é compromisso”, devem tomar conta também do novo trabalho.

Além de ”Sai da Frente“, que ficou de fora da trilha de “Carandiru” (2003), filme que o rapper atuou, o CD deverá contar com “Canão foi tão bom” e “Favela é um bom lugar“, duas músicas vazadas na internet de forma não-oficial e provavelmente ainda não terminadas.

E mais, além da finalização dos versos de Sabotage, as músicas ainda devem contar com várias participações especiais. Por exemplo, na suposta “Favela é um bom lugar”, já teremos a participação do Dexter, que gravou uns versos junto com o DJ Cia.

Racionais

Embora seja esperado todo ano, o disco do grupo Racionais parece cada vez mais próximos. Depois que Edi Rock afirmou que o quarteto entraria em estúdio em 2014 e o trabalho demoraria de 6 meses a 1 ano para ficar pronto, a esperança aumentou. Se isso for verdade, é bem provável que saia apenas em 2015, mas torcer não custa nada.

Eduardo, ex-Facção Central

Depois do lançamento do seu livro, “A guerra não declarada na visão de um favelado“, e da saída do Facção Central, muito se falou sobre a possibilidade de não termos mais trabalhos musicais do Eduardo.

Ledo engano. Tudo bem que o rapper havia indicado que o CD sairia ainda em 2013, mas vamos dar um desconto, pois ele teve um puta ano cheio; além dos fatos já citados, teve toda aquela história de negar participação no “Programa do Jô”.

O que sabemos é que, em uma de suas palestras, ainda em julho, Eduardo indicou que estaria entrando em estúdio nos próximos dias e que tentaria “espremer” 32 músicas para o seu novo trabalho.

“VVAR”, do Marechal

Agora vai? O rapper havia indicado que em 2013 pararia todo o resto para terminar o disco; não foi o que aconteceu. Pelo menos, não quanto ao término do trabalho. Assim, fazer previsões ficou cada vez mais complicado. O que sabemos é que o trabalho se chamará “VVAR”, que, ao mesmo tempo que sugere a palavra “War”, que na tradução do inglês significa “Guerra”, significa “Vamos Voltar à Realidade”.

“Boogie Naipe”, do Mano Brown

Em um primeiro momento, tínhamos a informação que o Racionais trabalharia nos solos primeiro para depois reagrupar-se. O CD do Edi Rock saiu, mas a promessa de que o grupo entrará em estúdio no ano que vem e deve terminar o novo disco em até um ano deixou as coisas um pouco confusas.

Estratégias de marketing à parte, Mano Brown já deu vários detalhes sobre seu primeiro trabalho solo, dando a entender que está praticamente pronto (isso se já não estiver pronto mesmo). Por exemplo, o CD tem tudo para se chamar “Boogie Naipe” e deve ser inspirado na disco funk.

“Mal de amor”, “Foi Num Baile Black” (com participação de Hyldon e Phil Batista), “Eu Te Proponho”, “De Frente Para o Mar”, “Manhã de Carnaval”, “Amor Distante”, “Você e Eu Só”, “Cigana” devem ser alguns títulos presentes entre as faixas.

“Babylon by Gus Vol. 2” e “Palavras do Terceiro Mundo”, do Black Alien

Quando ficou claro que o financiamento coletivo iniciado por Black Alien não atingiria sua meta, parecia que o lançamento de “Babylon by Gus Vol. 2” estava ameaçado.  Entretanto, o rapper ganhou uma segunda chance, atingiu o valor necessário e tudo parece encaminhado para um lançamento em 2014.

Para aumentar ainda mais as expectativas, o carioca já colocou na rua duas faixas que devem integrar o novo disco: “Jah na contenção” e “Pra quem a carapuça caiba“, ambas produzidas pelo Papatinho, da Cone Crew Diretoria.

E tem mais, em entrevista recente ao MIXME, Black Alien falou diretamente sobre a volta aos lançamentos e o novo CD:

O motivo maior [do retorno] foi uma redenção, espero que seja uma redenção. Mas, sem pretensões também. Tá na hora de lançar o disco sim porque as pessoas pedem; porque eu preciso, eu preciso porque a gente trabalha com criação. Valeu que a gente tem que receber o nosso salário, que a gente tem que pagar as contas, mas sem criar a gente não tá vivo. 

Ainda “devendo” o segundo CD, o rapper já está preparando um terceiro, que deve sair no segundo semestre de 2014. Intitulado “Palavras do terceiro mundo”, o disco terá uma pegada mais reggae e, aparentemente, já tem participações de M.I.A., Seu Jorge e Manu Chao confirmadas (Saiba mais sobre este disco aqui).

Rappin’ Hood

No final de 2012, Rappin Hood prometeu através de um tweet o lançamento de “Homem Sujeito Vol. 3” para 2013. O rapper flertou com a aposentadoria, mas um pedido de sua mãe, pouco antes desta falecer, o fez voltar atrás.

Em meio a idas e vindas que devem ter atrasado o planejamento do ano, Hood colocou alguns trabalhos na rua e mostrou que a promessa ainda está em andamento.

Da estação São Bento ao Metrô Santa Cruz” com participação de Emicida e instrumental de DJ Pr!mo, “Nu rolê“, encomendada para o filme “Acorda, Brasil”,  “Ó o auê aí o”, que destacou a onda de protestos, e “Manual prático das ruas” devem estar presentes no novo disco.

De Leve

CD que possui um detalhe raro nesta lista: está confirmado. Pelo menos, é o que diz o próprio De Leve.

“Queria avisar a todos apreciadores da minha parada malfeita que o EP novo ta saindo em no maximo fevereiro”, publicou ele em seu perfil no Facebook.

Depois de anunciar sua volta às produções artísticas, o rapper tem aparecido aqui e ali, feito seus shows, preparando terreno para um dos trabalhos que devem marcar 2014.

“Nao vai ter vídeoclipe; Nao vai ser gratis; Nao vai ser album; Nao vai ter participacao de MC (precisa?) rs; Vai ter versao; Vai ter zuacao; Nao vai sair fisico, so digital; Nao vai ter copiacao, rs; Nao vai ter bitmeike (exceto gráta surpresa em cima da hora); Espero q vcs gostem, comprem e me ajudem, com isso, a fazer o próximo EP. E ultima: nao tera participação – oportuna – de ninguem famoso”, escreveu ele.

Recentemente, De Leve participou de clipe do Gilber T, um dos nomes que ele cita na construção do novo trabalho; o produtor Bruno Marcus também é mencionado.

Dexter

O CD já havia sido anunciado para 2013. Mas, ao invés de “Flor de Lótus”, Dexter ofereceu mesmo foi uma gama enorme de aparições. O rapper fez shows por todo país e esteve em diversos programas falando sobre seus 2 anos de liberdade, após 13 anos no cárcere.

Aliás, o que podemos ter também para 2014 é o lançamento do DVD, gravado em abril de 2013, em celebração à sua liberdade.

Além de “O destino do reú”, lançada em 2012, “Eu amo você“, uma homenagem às guerreiras que criam seus filhos com amor, dedicação e carinho, e “Tô de volta“, apresentada no RAPBOX, devem integrar o disco.

Helião e Ice Blue

Além de uma música em homenagem ao Ronaldo e uma parceria com o Túlio Dek, não há muito para se ouvir da parceria entre integrantes de dois dos maiores grupos de RAP do Brasil: Helião, integrante do RZO, e Ice Blue, integrante do Racionais.

Em entrevista recente à Rolling Stone Brasil, Blue comentou a “junção inexplicável para fazer música” que divide com Helião, que acompanha o grupo do primeiro na maioria dos shows. À mesma matéria, o rapper indicou que o trabalho deve ser intitulado “Preso na teia”.

Inquérito

Assim como o Racionais, o Inquérito apenas confirmou a entrada em estúdio em 2014, o que não necessariamente signifique teremos o CD já neste ano.

Entretanto, depois do lançamento do clipe de “Meu super-herói”, as expectativas para qualquer novo trabalho do grupo são ainda maiores e melhores.

MV Bill

Mesmo tendo lançado um CD há pouco mais de 5 meses, MV Bill já anunciou que podemos esperar novidades para 2014: um EP com 5 músicas inéditas.

Em um primeiro momento, o rapper indicou que o trabalho sairia já no fim de janeiro, mas parece que agora teremos apenas a faixa “Campo minado” na data; a música conta com a participação de Dexter e a produção musical de DJ Caique, e, de acordo com o carioca, deverá ser sobre a diferença entre uma pacificação e uma ocupação.

“Pedra no caminho”, sobre a destruição do crack na vida do viciado e da família, “Um tiro”, que versa o resultado de uma festa na favela com bebida liberada e gente armada, “Brado retumbante”, sobre a indignação coletiva, e “Testemunha ocular”, sobre o trabalhador confundido com bandido, jovem no crime do creme e pedófilo em dia de azar, devem ser as outras faixas do disco.

Realidade Cruel

Embora não tenhamos visto nenhuma publicação confirmando o novo CD, a quantidade de lançamentos do grupo e a assinatura de contrato com a Baguá Records, mesma de Edi Rock e DBS, indicam que virá.

Tarde demais“, “Não me leve a mal“, “Olha lá quem vem“, “Bailes lotados“, “Bandido mal“, “Guerra silenciosa“, com participação de Nocivo Shomon, “Reflexões momentâneas“, que já ganhou clipe, e “Você dizia que amava o RAP como eu“, podem aparecer na lista de músicas.

“O inferno do Cachorro Magro (O EP do vilão)”, do Cachorro Magro (Shaw)

Quando Shawlin anunciou a “Morte de Shaw” em uma rima que depois viraria a música “Fim”, primeiro lançamento do até então desconhecido “EP do vilão”, pouca gente entendeu.

A verdade é que até o momento, mesmo com a segunda música lançada, as coisas ainda parecem incertas para os fãs. “Late igual cachorro” marca a primeira aparição real do Cachorro Magro, já que no primeiro som ainda era discutida a morte.

Independente de qualquer coisa, Shaw deve apresentar um trampo realmente inovador e ter boa parte das músicas produzida pelo André Laudz.

“É nóiz na vida” ou “É noix na vida”, do SNJ

Com CD oficial preparado desde o anúncio da volta do grupo, o SNJ já lançou no final de 2013 o single “Origens”, que trouxe quatro faixas com o intuito de contar mais sobre a história do grupo.

Para o disco que deve sair em 2014, que já vimos ser referido das duas formas acima, as músicas “Uma nova proposta” e “O coração pulsa“, que já ganhou clipe”, devem estar presentes.

A286

Mesmo depois da saída do Moysés para o Facção Central, o A286 continuou na caminhada e anunciou, ainda em julho, que estava em estúdio produzindo o novo CD.

Ogi

Depois do muito bem recebido “Crônicas da Cidade Cinza”, pouco tem se ouviu falar de inéditas por parte do Ogi. O rapper trabalhou bastante o CD, produzindo vários clipes.

Recentemente, no entanto, as coisas começaram a se desenrolar e 2014 tem tudo pra ser “O” ano. Primeiro, a afirmação em uma foto com a Juçara Marçal, lá por julho do ano passado; ali saiu a primeira gravação.

Além da cantora, Ogi também reuniu dois colegas de longa data com os quais já figurou até em selo musical: Emicida e Rael. Com o primeiro, a legenda da foto garante que alguma música saiu, com a produção do DJ Caique ainda; já com o segundo, pode ter sido apenas uma visita, mas a chance da parceria existe.

Entre uma foto e outra, o rapper também tem publicado vários versos inéditos na sua página no Facebook. Entretanto, fica difícil saber na maioria deles se é de alguma das inúmeras parcerias que ele tem participado ou se de fato é um novo som do CD.

“Bonde da Madrugada (Parte I)”, da Cone Crew Diretoria

Este parece ser um dos trabalhos mais garantidos desta lista. Papatinho, produtor do grupo, já confirmou a finalização do CD e até uma suposta lista de músicas já saiu na Internet.

Embora não tenhamos data alguma, o que se sabe é que o novo álbum já possui três clipes lançados: “Chefe de quadrilha“, “Pra minha mãe” e “Pronto pra tomar o poder“; a faixa “To de volta no twist” ganhou um teaser em vídeo e a faixa “Quazy (Modinha)” teve seu clipe anunciado em outubro em meio a uma polêmica.

“DoLadoDeFlora” e “FloraDeControle”, da Flora Matos

Tudo bem que os nomes do suposto disco duplo foram mencionados há uns 2 anos, mas o que é quase certo é que pelo menos um CD deve vir em 2014; se algum dos nomes será usado, difícil saber.

No final do ano passado, Flora confirmou que o CD viria este ano. Isso seria uma confirmação absoluta se não fosse o anúncio também de um single ainda em 2013 que, pouco tempo depois, foi desconfirmado. Mais do que isso, a rapper recentemente confirmou a saída do casting da Laboratório Fantasma, pouco mais de 3 meses depois de ter fechado a parceria.

Além do single “O jeito”, “Preto no branco“, lançada com produção do André Laudz, “Comofaz“, cantada e tocada no Projeto Studio62, e o “remake” de “Então toma!”, do Emicida, podem integrar o novo disco; trechos de uma inédita apresentada no festival Sonoridades também.

“Yin Yang”, do Oriente

“Nosso próximo disco, nosso próximo parto, nosso próximo passo rumo a eternidade.. um disco duplo que separará o joio do trigo, a luz da escuridão, nossos anjos de nossos demônios..”, escreveu o Oriente em seu Facebook, em uma publicação em abril, logo depois de intitular o trabalho de “Yin Yang”.

Embora nada sobre o trabalho tenha sido confirmado desde a publicação em questão, devemos ter as músicas “Quem não viu vem ver” e “” entre suas faixas.

Xará

3 anos depois de lançar o aclamadíssimo “Além da razão”, Xará deverá trazer ao cenário nacional mais um trabalho que promete ser um clássico moderno. Pelo menos  é o que esperamos depois de ele anunciar que o disco se chamará “Nós somos a crise”.

Além disso, na mesma publicação em seu Facebook, o carioca também confirmou uma continuação da música “Estação Quinze”, um de seus maiores sucessos. “Noite“, que assim como a “Estação Quinze” conta com a participação de Juju Gomes, e “No meu império“, lançada com imagens da onda de protestos, integrarão o novo disco.

“Fotografia de um instante”, do Haikaiss

Primeiramente anunciado para 2013, o quarto CD do Haikaiss foi confirmado em participação no Estúdio Showlivre para o primeiro trimestre de 2014.

Intitulado “Fotografia de um instante”, o disco deverá ter mais de 30 faixas! Devido à grande quantidade de sons, podemos imaginar que, além das próprias músicas do grupo, teremos também as participações que fizeram.

Assim, músicas como “Mulheres paqueram mulheres“, “A praia“, “O que sobrou“, com participações de Iky Castilho e Ramiro Mart, “Apetite do ca$h“, com participações de Guerrilheiros e Rzilla, “Linhas tortas“, com participação do Shawlin, e “Sem graça” devem se juntar a “Give me the night“, com a estadunidense Reverie, “Quais são suas intenções“, com integrantes do Oriente, Start e Cartel MCs, “Confessionário“, com o Tubaína, do Audioclan, e “Infame Pt. 1“, com o Zero Real Margina e DonCesão, na lista.

RET

Depois de anunciar que lançaria uma mixtape com as faixas que ficaram de fora do CD “Vivaz” (que nunca saiu), RET não falou muito mais de um novo trabalho.

Entretanto, com a chegada do final do ano, o rapper deu alguns indícios de que 2014 deve trazer novidades. Tudo bem que as gravações das músicas estão apenas começando e existe todo um processo por trás, mas é um começo.

Asfalto do Catete” foi apresentada no RAPBOX e, embora não tenha saído no “Vivaz“, já é uma música bastante conhecida dos fãs do RET.

Post by RET.

Post by RET.

Cartel MCs

Depois da saída do Shadow para carreira solo e entrada do Funkero, o Cartel MCs não deu uma pause e muito menos diminuiu. Pelo contrário, lançou logo em seguida duas músicas com a nova formação: “Beijo da morte” e “Queda livre“.

A nova formação não trouxe apenas novas músicas, mas também novos clipes. “Bates Motel“, com referência ao filme “Psicose”, e “Sonhos de Escobar“, com referência a Pablo Escobar, firmaram o grupo na nova cena do RAP Brasileiro.

Agora, o grupo se prepara para o passo definitivo para completar esse novo ciclo: o disco. E ele deve vir mais cedo do que possamos imaginar. Segundo Ber, integrante do Cartel, tanto o CD quanto o clipe de “Tattoos, modelos, pitbulls” saem ainda este mês.

3030

Ainda não temos um single, um nome ou um verso confirmado que seja do novo trabalho do grupo carioca, mas já sabemos que virá em 2014. Tanto a página do 3030 no Facebook quanto o perfil pessoal de Rod, integrante do grupo, já expõem a novidade:

“O imortal”, do Liink

Depois de se destacar com “#Tranquilocomoummonge”, Liink prepara um novo CD em 2014 para, sem dúvida alguma, levar seu trabalho a muito mais pessoas.

Nosso sonho não termina” e trechos de música homônima ao disco já foram lançados.

“FumaSom Vol. 1”, do Max B.O e Wzy

Como o nome sugere, o CD em parceria entre Max B.O e Wzy, que trará o primeiro rimando e o segundo produzindo, deveria ser algo temático sobre maconha ou alguma coisa nesse sentido.

Entretanto, assim como Max nos revelou em entrevista exclusiva que o trabalho estava previsto para ter apenas 4 músicas e hoje já tem mais de dez, a própria temática específica já deve ter se ampliado.

FumaSom“, “Favela“, que até já ganhou clipe, “Não fica bolado não“, com participação do Eltin, e “A nossa é a melhor“, com participações de Bitrinho e Vullgo $au, têm tudo para estarem no disco.

“Solo”, do Apolo

Apolo já tinha uma carreira solo antes do término do Pentágono, mas agora que pode dedicar quase todo o seu tempo de músico a ela, muitas novidades devem vir.

A primeira delas é o seu primeiro CD solo que, sem coincidência alguma, se chama “Solo”; o trabalho ainda não tem previsão de lançamento, mas de acordo com a legenda desta foto, sairá em breve.

“A voz do coração”, do Coruja BC1

Destaque do interior de São Paulo, Coruja BC1 chamou a atenção de vários nomes do RAP Brasileiro. Entre eles, DJ Caique, que agora produz a nova mixtape do rapper.

Se a própria parceria já era motivo de ansiedade para o novo trabalho, os dois sons já disponibilizados fizeram essa ansiedade crescer. “Algo a dizer” destacou-se como um dos melhores sons de 2013 e “Saudade” trouxe memórias da infância de Coruja e a falta do pai.

“Meu ponto de vista” e “Feche os olhos para ver melhor”, do Wzy

Se já não bastasse toda pressão que é lançar um CD, Wzy tem logo três anunciados que podem vir em 2014. Além da recém comentada parceria com o Max B.O, na qual irá apenas produzir, o rapper também deve apresentar dois por conta própria.

“Zica Na Rima, Zica Na Base”, “ZNRZNBREMIX“, com participações de Tuchê, Akan e DJ Caique, “16 Linhas”, com participação do próprio Max B.O, “Já era“, na qual o rapper apenas faz uma participação ao lado de Bruno Rox e Makinnen Tafari, e “Desacreditou“, com participação do Das Quebradas, estarão entre as faixas que comporão os trabalhos.

Os dois trabalhos têm algo em comum: seus nomes e suas capas fazem referência aos olhos/à visão. Há 3 anos, o rapper foi diagnosticado com “Uveíte” e ficou parcialmente cego.

“Voltei a enxergar (quase que)  normalmente,  no início desse ano. Essa experiência mudou minha vida completamente. E também mudou o modo como ‘vejo’  a vida”, contou-nos Wzy.

“Provocação” ou “Provocações”, do Nocivo Shomon

Que o Nocivo tem som pra fazer umas 10 mixtapes, ninguém duvida; o rapper lançou em 2013 inúmeros versos e participações. Entretanto, é preciso muito mais do que apenas juntar umas músicas para lançar um CD e provavelmente por isso ainda não tenhamos nada muito concreto sobre o novo trabalho do rapper.

Em uma entrevista à TV DOC CAPÃO, Nocivo indicou que a mixtape se chamaria “Provocação” ou “Provocações”. Mesmo que um nome certo tivesse sido dado, ainda assim parece ser algo bastante provisório.

Me guia senhor“, que já ganhou vídeo, “Eu sigo na luta“, “Final comum“, “Mães“, “Favela grita hou!“, com participação de Gor-Flow, “A casa vai cair“, com participação do Par MC, “MC en la mision“, com participação do rapper colombiano Kandelo Boombawa, “Mensagem no flow“, apresentada em uma série virtual, “Pixadores“, que já ganhou clipe, “Nosso plano“, com participação da Tábata Alves, “Prepare os tímpanos“, “Poesia da madrugada“, que também já ganhou clipe, e “Guerra silenciosa“, com participação do Realidade Cruel, podem aparecer no disco.

“Autorretrato”, do Nego E

Há pouco disponível sobre o novo CD, mas as hashtags do rapper espalhadas por suas mídias sociais com o nome em questão parecem comprovar que 2014 é sim o ano.

Recentemente, Nego E lançou a faixa “Tinha que ser…”, aproveitando toda a ideia do “Dia da Consciência Negra” para destacar as verdadeiras história e cultura negras.

“Independência ou morte”, do Gordo (Soldados da Pista)

Integrante de um dos grupos que mais têm se destacado no Rio de Janeiro, Gordo nos alertou que seu primeiro CD solo também deve chegar em 2014.

O rapper já colocou na rua a “Game over“, que dá uma ideia do que deve vir pela frente; a música ainda tem participação do Funkero.

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*