No último domingo (8), Japão, do Viela 17, afirmou ter sido censurado no programa “Caixote”, da TV Câmara, ao ter sua entrevista cortada da edição final.

Enquanto muitos alegaram que isso acontece normalmente, principalmente em programas de curta-duração, o rapper foi logo afirmando que o buraco era mais embaixo neste caso. “Primeiro só eu e a emissora sabemos do conteúdo da minha fala, segundo se eles achassem pesado, que avisassem pelo menos minha produção, sabendo do que falei, de que forma fui tratado, tenho certeza e convicção que fui censurado”, respondeu em comentário no seu perfil no Facebook.

Japão, do Viela 17, afirma que foi censurado em programa apresentado por GOG.

Já na última terça-feira (10), a TV Câmara finalmente respondeu ao caso, em uma nota ao RAP Nacional. “No processo de edição, optou-se por privilegiar os inúmeros depoimentos espontâneos dos cidadãos que passavam, em detrimento de algumas entrevistas previamente agendadas, pois não é possível exibir todo o material captado em diversos dias de gravação em apenas trinta minutos de programa”, escreveram, além de pedir desculpas ao rapper e explicar o funcionamento do programa.

A emissora também aproveitou o momento para disponibilizar a entrevista completa com o Japão. Entretanto, é válido lembrar que existe um abismo de diferencial no alcance de exibir o depoimento no programa oficial e depois de forma avulsa na Internet.

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*