Na última segunda-feira (29), o Inquérito disponibilizou a música “Ao mestre com carinho”, dedicada a Nelson Triunfo e integrante da trilha sonora do documentário sobre sua vida, intitulado “Triunfo”.

Com direção de Caue Angeli, o documentário tratará desde os bailes blacks dos anos 70, das superações – como a da repressão durante o período da ditadura militar – até os dias de hoje. Sem data para estrear, o filme teve seu trailer lançado há pouco tempo.

– ATUALIZAÇÃO: Documentário sobre Nelson Triunfo ganha prêmio e será exibido na Espanha!

“Quando fui chamado para participar do filme, foi para dar um depoimento, mas recitei a poesia que está no livro #PoucasPalavras [homônima ao nome da música] e a produtora  Canal Aberto gostou. A partir daí, fiz duas músicas e em seguida nos chamaram para fazer a trilha toda”, contou Renan Inquérito, de acordo com o portal RAP Nacional.

Ao lado de Pop Black (Black Beats) e DJ Duh (Groove Art’s), o rapper compôs 19 faixas para o trabalho. Além da experiência inédita, o grande desafio foi resgatar elementos sonoros da época em que o documentário retrata.

“Em cada trilha tentei usar algo que remetesse ao tempo e ao resgate histórico. A dificuldade foi encontrar este equilíbrio, já que são conceitos diferentes em termos de mixagem e masterizações daquela época e de hoje”, comentou o DJ. “Os graves não eram tão ‘gordos’ como os atuais, mas tinham uma boa definição e os agudos eram um pouco mais opacos, ou seja, não tão brilhantes quanto os atuais. Resumindo, os padrões não eram tão hi-fi quanto  os de hoje”, explicou.

Assim como o Inquérito, outros personagens marcantes do RAP Brasileiro e do Hip Hop local como um todo participarão do trabalho: além de Thaíde, que terá participação como um locutor de rádio que conduz a história, Criolo, Xis, e a dupla de grafiteiros “Os gêmeos” darão depoimentos sobre Nelson Triunfo e sua importância para a cultura.

“O filme é algo nunca visto ou feito antes em termos de qualidade do hip-hop brasileiro. É algo que vai materializar toda uma história, tendo como fio condutor o Nelson Triunfo, então é uma homenagem tanto ao hip-hop como ao Nelson, um dos ativistas vivos e o mais louco é isso: fazer esta homenagem em vida”, finalizou Renan.

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*