Na última terça-feira (19), o Soma divulgou uma entrevista com o Coletivo Matrero, na qual eles comentam um faixa a faixa do EP “Trecho”, que conta com a participação do Síntese.

Aliás, o coletivo é responsável pelo lançamento do “Sem cortesia“, álbum duplo do Síntese que foi escolhido como melhor CD de RAP em 2012, pelo nosso site. Entretanto, o “Trecho” mostra que a Matrero é muito mais do que o Síntese. Aliás, vai muito além do próprio RAP, como explica a entrevista:

A Matrero em si é uma cúpula (subversiva) da gente que pensa parecido e convive com o mesmo tratamento com a vida em relação à existência. O intuito principal é viver a vida juntos, estar juntos, independente de qualquer coisa. Não tem nada a ver com rap, é o que menos fazemos. Não é uma gravadora, não é um selo. A Matrero é muito mais do que a música, do que o rap, do que os grupos. Vários irmãos da nossa família não estão ligados a esse meio de atuação musical. É um projeto de vida.

Além do Síntese, o EP conta com participações de Moita, Marginal, Distúrbio Verbal, entre outros, e foi lançado e disponibilizado para download em fevereiro.

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA.

Capa do EP Trecho, da Matrero Records

Trecho – Matrero Records

  1. Controle da Realidade – Moita (prod. Neto)
  2. Abre o Olho – Mentes Construtivas (prod. Moita)
  3. Débito Ao Espaço –  (prod. Willian Monteiro)
  4. Parque Interlagos – Marginal (prod. Marginal)
  5. No Sertão – Distúrbio Verbal (prod. Willian Monteiro)
  6. Nostalgia da Alma – Distúrbio Verbal (prod. Willian Monteiro)
  7. Aspecto – Fuzil [Part. Síntese] (prod. Neto)
  8. Nunca Me Deixe Ir – Subversão (part. Distúrbio Verbal, Willian e Surpresa | prod. Moita)
  9. Mascara da Rua [Remix] – Síntese (prod. Neto)

DOWNLOAD OFICIAL

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*