Nem sei exatamente o que tava procurando no Youtube quando achei essa entrevista. Ela não é exatamente nova, mas uma pessoa não viu, milhares podem não ter visto. Aliás, ela tem menos de 80 mil views em 4 anos; levando em consideração o fator “clássico”, sim, pouca gente viu.

Kamau entrevista o Sabotage pro YO!, das antigas na MTV Brasil. Isso já seria motivo o suficiente pra destacar o vídeo, mas ainda tinha mais. Naquelas de falar sobre o novo disco, com imagens do show que o rapper estava prestes a realizar, o “Maestro do Canão” revela alguns dos nomes que têm escutado muito. E, logo de cara, ele fala “Sandy & Junior, cara. Escuto pra caralho os backvocal daquela menina…”.

PORRA! Aí, você acha que eu vou me revoltar e dizer que não ouvirei mais Sabota por causa disso, né? Na verdade, eu mal consigo escrever neste momento porque eu tô em pé, batendo palmas.

Primeiro, porque é uma puta coragem, na posição que ele se encontra, assumir uma parada dessas em aberto; segundo, porque sou daqueles que defende que o RAP tem mesmo que abrir portas e sair um pouco do RAP, vamos dizer assim. A forma de fazer RAP tem que ser livre a ponto de até mesmo um som da Sandy poder trazer algum tipo de novidade pro seu som. Por isso, ser eclético é quase que um pré-requisito pra fazer a diferença no RAP.

Não, eu não estou dizendo que você PRECISA ouvir Sandy, mas você deveria ouvir outros tipos de música também. Os caras do Racionais já deram uma entrevista mostrando o leque gigantesco de sons que eles ouvem. É necessário.

Enfim, a mensagem mais importante que eu queria ressaltar com esse vídeo, é: independente de quem você é, de onde você vem, você tem a liberdade de escutar e gostar do som que você quiser. Eu não precisaria necessariamente desse vídeo do Sabotage pra dizer isso, mas o vídeo ajuda muito.

Tem gente que adora criticar os outros por ouvirem esse ou aquele tipo de música. E isso tem acontecido muito no RAP. Você ouve um RAP que a pessoa não gosta, pronto, vão te chamar de modinha. O mesmo respeito que você com certeza tem pelo Sabotage, que ouvia Sandy & Junior, você deveria ter com o seu amigo que ouve Pollo e Cone Crew Diretoria.

A questão não é se o som é bom, se você também deveria gostar ou até mesmo ouvir. A questão é respeitar. E se um fã de RAP que sempre pediu respeito à sociedade não respeitar outro fã, quem é que vai respeitar?

Não perca mais nenhum post!

2 Comments

  1. Máximo respeito! Quando começei a ouvir RAP, fiquei tanto preso… Mas aos poucos fui voltando às minhas raízes musicais, e conhecendo coisas novas, dentro e fora do gênero RAP.

  2. Mano, maior respeito pelo eterno Sabota e agora mais ainda, sou Mc e procuro ouvir de tudo, pois penso que só assim terei merito, gabarito e conhecimento pra saber o que falar, ja stou preparando meu disco. Aí, Vai ser rimando, DA HORA a atitude de vocês!!!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*