Nesta segunda-feira (21), o Projeto Studio62 disponibilizou um vídeo do Shawlin apresentando sua nova música, “A carta“.

Depois do Rashid cantando “Em alguma esquina”, foi a vez do rapper carioca participar do projeto. Com a base saindo de um pequeno aparelho, possivelmente um celular ou um MP3, Shaw rima os versos de sua nova música “A carta“, ou, no mínimo, parte dela.

De acordo com o fotógrafo Rafael Kent, organizador do projeto, o Studio62 é uma experiência minimalista longe dos palcos, com uma atmosfera intimista em que apenas os equipamentos cercam os artistas, para fazer com que a música se mostre direta e cruamente ao público.

O Projeto Studio62 conta com uma série de vídeos com diferentes artistas, realizado pela Okent Films.

Letra:

Cadê a porra do malote?
Quando que eu dou sorte,
Saidinha de banco?
Avisa pras vagaba!
Caixa que explode, explodindo os caixas.
Voltando sem baixa? Mano, esquece os carro-forte!
O estado os reprova e os adora,
Pra comprar liberdade ao vender insegurança.
Querem o crime no alto e o sangue no asfalto, sociedade quer lei e vingança.
O que é ódio e maldade? O que importa quem morre pra quem é de economia e finanças? 
Não crer em um futuro, não saber o que é juros, 
não precisar de sonhos, precisar de esperanças.
Porque o mal? Pra poder escolher o que voce faz! Seria livre arbitrio sem a opção de escolher a paz?
Porque o sofrimento? Pra ter que corret atrás e diferenças pra que uns possam cuidar seus demais.
Violência pra que nunca se esqueçam de cuidar dos demais!
Perdoem os profetas se o que eles dizem traduz demais.
Sei que é humano em momentos não querer luz demais, só que o mal é um vício, por ossos do ofício, ajuda o injusto e só ajuda quem faz.
Comércio de votos, terreno lucrativo, não querem vê-lo ocupado por um bando de fudidos!
No seu morro você pode ser mendigo, só não pode pegar atalho e ganhar dinheiro proibido,
Mas quem se importa se eu morro pelo que eu digo? Olha o meu cartao do SUS ele é prova, eu sou um morto vivo e crack não faz greve!
Tem quem toma e tem quem pede
Tem involuntários dreads
Mano, a sua roupa fede!
Cê curte ver na TV mas ao vivo não reconhece
Vamos no centro de noite eu te mostro o maldito walking dead.

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*