Um site oficial. Uma música nova. Um clipe. Uma festa de lançamento. E olha que é só um remix! AXL e a Rua do Flow realmente colocaram tudo que podiam na estreia do remix de É nóiz, música mais conhecida do rapper. De quebra, ainda chamaram grandes nomes do RAP Brasileiro como Projota, Rashid e Kamau, além do “pupilo do Vale” Mattenie.

No mesmo estilão do primeiro clipe de É Nóiz, AXL convocou a geral pra aparecer na parada. Com direção do Toddy Ivon, um dos grandes nomes da produção de clipes de RAP no Brasil, o clipe ficou com uma cara de histórico. A saturação na imagem, as “falhas na fita” e a galera toda reunida me lembraram N.W.A e outros clássicos.

Nas rimas, a parada ficou embaçada. Projota chegou sólido demais, com uma linda sacada na parada das siglas; AXL manteve os ícones da rua que fizeram da primeira música tão boa; Rashid nas punchlines filosóficas; Mattenie num flow incrível; e o mestre Kamau fechando com chave de ouro, no sapatinho. Não sabe ainda qual gostou mais? Não importa, dá o repeat aí e tenta de novo!

Vale a observação que a princípio, o Emicida tava escalado pra fazer parte da música, mas acabou não rolando. Talvez tenha sido problema com agenda. É uma pena, ia deixar, no mínimo, ainda mais foda.

Abaixo cês conferem a letra da música:

Letra: (Correções nos comentários!)

É nóiz, remix, tem uns menino bom que chegou pra fazer também
Total satisfação, me convidou de coração
Aqui estou, bota mais miojo no fogão
Os olhos brilha quando ouve o beat
Os amigo se une, é hit
Só pra garantir o seu repeat
Vim de lá, um brinde aos guerreiros da função
Do vale que é Zika pra Lauzane que é o caldeirão
Foco na missão, se é por nóiz, então
Na mochila, provisão. Sempre cabe mais um no buzão
Não vai ter PT, PSDB, PC do B
Nóiz mais pra DMN, RZO e GOG
RAP NAcional e pode se envolver, mas não por moda
Firmão, falou, foco, força e fé, filhão. Foda!

Fodeu tudo
Prepare suas rimas, avise o mundo
Esse remix é chacina
Sabe o meu nome, não sabe o que eu passei e aprendi com as esquina
Cada bairro e sua lei
Autônomo, dobrando encarte
Mão de obra faz parte da arte
Sócio da rua fabricando a minha parte
Lendo a Forbes e o Diário de SP
Montana nos muro e as track no CD
Só os capu, sindicato
Sim, de fato
Nem precisava do refrão pra entender, tamo junto
Nossa coisa, nosso assunto

É nóiz…
Mais viver, mais vencer, mais querer, mais poder
pra…
Nóiz… Chega de sofrimento e vamos viver
Nóiz por nóiz o necessário pra vencer
(x2)

Já que o XL fez o convite
O RAP é modelo, mas não é da moda, igual Gisele Bundchen
Tru, correndo nas city com os mano
E os críticos, se danem 
A gente é pimenta nos olhos dos políticos
Levo meu fardo sem carreto, sem ladainha
Não caço assunto, não me meto, só faço a minha, sem desculpinha
Sigo o exemplo de Jesus que levou a cruz, e ela não tinha rodinha
Trago a essência, tipo a Rinha
Uns têm peso na consciência, a gente tem peso nas linhas
O RAP é um exército invisível, né não, rapa
É que só os inteligentes podem enxergar

Por dentro do centro, trocando cds por notas
Cotas suprimos, derrotas não vimos
A camisa vestimos, mochila, saímos nas ruas, investimos
Como profissão, garantímos cifrão na mão
Antônimo do sermão que ouvímos
Dia após dia, enquanto você dormia e sonhava
Eu acordava e fazia meu trampo, ninguém acreditava
Por tanto, levanto do banco pro campo, onde no meu bando, eu tava
Só na reza pro santo, agora começa o meu canto, todo mundo apoiava
Os caras comprava, colava nos show, pirava nos flow que eu mandava
Sem trava na língua, ahn-ahn-ahn, swinga, é nóiz
E a rua vinga, então não xinga sem voz
Sabe onde nóiz tá… vai lá!

É nóiz…
Mais viver, mais vencer, mais querer, mais poder
pra…
Nóiz… Chega de sofrimento e vamos viver
Nóiz por nóiz o necessário pra vencer
(x2)

Eu era o diferente
Agora somos mesmo DNA em diferentes cromossomos
Mente em evidência de quem deu a cara a tapa
Então, não é coincidência ter nosso lugar no mapa
Sem pular etapa, chapa, fiz a caminhada
Cada degrau dessa escada conhece a minha pegada
Sessão de gala, sem fazer social
Vai ter sempre um de nóiz em cada ponto cardeal
É erro crucial achar que a gente conjumina
Então vai lá fazer seu corre pra não vim dizer que é sina
Tô sendo gente fina, depois não reclame
Quando ouvir a sirene, é alerta de Tsunami

É nóiz…
Mais viver, mais vencer, mais querer, mais poder
pra…
Nóiz… Chega de sofrimento e vamos viver
Nóiz por nóiz o necessário pra vencer
(x2)

Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*