Hoje estamos aqui pra apresentar pra quem não conhece e fortalecer a ideia pros que já estão ligados sobre o cd A História Me Absolverá, do Tony Sagga. O MC faz shows em eventos como a Rinha dos MC’s, em São Paulo, e já tem seus trabalhos bem aceitos pelo público e crítica do meio artístico urbano.

A música que apresentaremos chama-se “A história me absolverá” e dá nome ao CD. Se Tony Sagga manter esse nível ao longo do CD, podemos garantir uma boa produção. O toque underground no flow e na produção deixaram o som ainda mais da hora. Vale a pena chegar com o cara pra comprar o material físico!

Pra comprar o cd: só chegar nas lojas da galeria do rock em São Paulo ou direto com o MC pelo telefone 11 8039-4540 ou tony_sagga@ig.com.br. E no dia 22 de julho, a partir das 19h, vai ter um evento gratuito na Ação Educativa (Rua General Jardim, 660 – Vila Buarque – Próximo ao metrô República) com venda e sorteio do CD.

Myspace: www.myspace.com/tonysagga
Twitter: @tonysagga
Blog: http://www.tonysagga.blogspot.com

Tony Sagga – A História me Absolverá by vaiserrimando

Letra:

Nunca pensei que fosse tão difícil ser MC/
Escrever as letras, fazer papel de homem, produzir/
Se liga tio que no meu papel eu sou verdadeiro/
Alguns querem ser homem, más não conseguem ser homens por inteiro/
Não é qualquer um que consegue passar no teste/
Tem que ter atitude, calça de homem moleque não veste/
Pra na hora da ação se mostrar um fraco/
Vai pensando que ser homem é ter um pinto e um saco/
Algumas realidades não servem pra vários manos/
Quantos tiveram que ser o homem da casa com apenas 12 anos/
Independente de ser boa ou sofrida/
To agindo com ombridade só to escrevendo a minha vida/
História por história a minha também é notável/
Não vou ser mais um assinando declaração de miserável/
20 km a pé, com fome atrás de trampo e nem/
Num te o que come nunca me fez melhor do que ninguém/

Eu quero que me julguem pelo meu orgulho e minha determinação/

To sempre apto a expressar o que eu quero dizer/
A história me absolverá é só esperar pra ver/
Falsos valores de hipócritas não apagam meu brilho/
E eu só preciso ser herói pra minha família, minha preta e meu filho/
E se é pra ser real vamos ser real e verdadeiro/
E tem que ir pra guerra se quer ser chamado de guerreiro/
Eu não preciso que ninguém goste das minhas letras/
Por isso a cada som que eu faço a gente arruma uma treta/

Não se trata de bater duro, se trata de quanto você aguenta apanhar e seguir em frente/

Me lembro do primeiro show em cima de um caminhão/
O primeiro freestyle em Barueri no raspadão/
Como se fosse ontem inda sinto a mesma emoção/
As minas me olhando, os moleques pegando na minha mão/
Eu e o tartaruga descendo do palco muito loco/
De conhaque com contine, nessa época eu chapava o côco/
Anônimos, vds, asd, bily bucho, e gil riu/
Da gente imitando o que viu no clipe de Cipress Hill/
Concha acústica, muito show muita coisa pra aprender/
Surgiu daí minha necessidade de escrever/
Aliado aos perrengues que passei na vida/
Até me tornar um homem, más a missão inda num ta cumprida/
Falar que é atitude qualquer um fala, más quantas vez/
Podia fazer um adianto na quebrada e não fez/
Experimenta viver como homem acorda pra vida/
Pois entre glória e fracasso sigo de cabeça erguida/
E prepotência não tem nada a ver com personalidade/
Os meus amigos sim conhecem um MC de verdade/
Não tenho grana nem talento, más tenho disposição/
E se os muleque me acionar eu vou dar pelo menos atenção/
Ligeiro, verdadeiro a ideia ta dada/
Não pros que quer ser da rua, más só conhece a calçada/
Vários guerreiro verdadeiro eu vi sujeira, podreira/
Salve raposo, 28, 22, 38, aroeira, nogueira/
É só você por você, raramente alguém/
Contar com os outros nem vira, porém amigo qualquer um tem/
E podem ser os mesmos a te abandonar no caminho/
Malcom, Mandela, Sadan ou Bush não tavam sozinho/
Chama de amigo, más no seu momento ruim te esquece/
Nem todos são, algum são só pessoas que tu conhece/
Por isso eu falo que meu verso é emoção não talento/
Escrever com o coração prova que o Sagga tem sentimento/

É assim que se consegue vencer/

To sempre apto a expressar o que eu quero dizer/
A história me absolverá é só esperar pra ver/
Falsos valores de hipócritas não apagam meu brilho/
E eu só preciso ser herói pra minha família, minha preta e meu filho/
E se é pra ser real vamos ser real e verdadeiro/
E tem que ir pra guerra se quer ser chamado de guerreiro/
Eu não preciso que ninguém goste das minhas letras/
Por isso a cada som que eu faço a gente arruma uma treta/

O mundo é sujo, é cruel, e não quer saber o quanto você é durão vai colocar você de joelhos e você vai ficar de joelhos pra sempre se você deixar/

Download

#vaiRAP


Não perca mais nenhum post!

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*