Por muitos ele é considerado o maior expoente do RAP Brasileiro na atualidade, por outros é uma modinha que se vendeu. Entre mortos e feridos, amantes e odiadores, uma coisa não há como negar: ele foi o rapper que mais fez barulho em 2010. Toda essa descrição só poderia se referir a um nome: Emicida.

E com todo esse barulho feito no ano passado, o rapper do Cachoeira/SP não poderia começar o ano de um jeito diferente: fazendo ainda mais barulho.

A primeira grande novidade veio com o anúncio de gravações no Rio de Janeiro para um novo clipe, deixando todos os fãs e apreciadores de sua música ansiosos. Mais tarde o anúncio oficial e o lançamento do Teaser que mostravam a música “Rua Augusta” como novo “trabalho áudio-visual” da equipe Laboratório Fantasma.

Como divulgado diversas vezes no twitter pelos integrantes da equipe, o material adquirido durante as gravações pode ser transformado futuramente em um documentário, e vendo o teaser podemos perceber isso. Com certeza não será apenas um clipe de som/imagem, provavelmente mostrará uma história, contando um pouco do cotidiano das mulheres retratadas na letra do rapper. O que, pra mim, é uma grande ideia.

A princípio, torci para sair o clipe de “I Love Quebrada”, entretanto, a história que a música “Rua Augusta” conta é algo que abre novos horizontes, que pode ser moldado em algo bem maior e assim se fazer um clipe bem melhor! Sem dúvida, continuo esperando o clipe de “I Love Quebrada”, mas fiquei bem contente com a escolha que fizeram, promete ser um ótimo clipe.

Outra grande novidade do Emicida, e essa fez muita gente arregalar os olhos, foi a confirmação da presença do rapper brasileiro no Coachella Festival 2011 na Califórnia. O evento, que é um dos grandes festivais de música do mundo, conta com apresentações do nível de Kings of Leon, Kanye West, the Chemical Brothers e muitas outras bandas “gigantes” no cenário mundial. Além do Emicida, o Brasil ainda tem The Twelves, Cansei de Ser Sexy e o DJ Marky representando o país.

As duas primeiras perguntas que vieram a minha cabeça ao ver a novidade foram: será que o Emicida algum dia pensou que chegaria a se apresentar lá fora? Como será que ele reagiu ao saber da parada? Bom, são perguntas que vão ficar sem resposta, mas uma coisa eu posso dizer: eu fiquei orgulhoso pra caramba desse nosso RAP Brasileiro.

Fazia tempo que não havia algum nome brasileiro nesse estilo musical que fizesse tanto barulho por aqui a ponto de ser chamado pra cantar por lá. Acho que o último rapper brasileiro que vi se apresentando no exterior foi o Marcelo D2 e, na real, acho que nunca ouvi falar de nenhum outro que tenha feito isso (claro que deve ter tido, o que quero ressaltar é a dificuldade de se chegar a tal ponto).

Minha torcida é para que isso se repita mais e mais vezes, com vários outros nomes do nosso RAP porque por mais que a gente veja isso de fora, dá um puta orgulho! Espero que o Emicida chegue lá e represente forte como sempre fez por aqui e que role muitos “put your hands up” e “make some noise” na imensa carreira que ele ainda tem pela frente.

Coachella 2011: Emicida irá representar o RAP Brasileiro no exterior

Não perca mais nenhum post!

1 Comment

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

*