Categoria

Graffiti e Pixo

Notícias e informações sobre graffiti e pixo ao redor do mundo.

Ministério da Cultura dará mais de 2,5 milhões de reais em prêmios a iniciativas ligadas ao Hip Hop

por
Prêmio Cultura Hip Hop

Nesta segunda-feira (1), o Ministério da Cultura lançou no CEU de Campo Limpo, em São Paulo, a segunda edição do Prêmio Cultura Hip Hop, que premiará iniciativas relacionadas ao Hip Hop com até 20 mil reais. Ao todo, serão R$ 2.545.000,00 divididos em 170 iniciativas, entre instituições privadas sem fins lucrativos (20) e pessoas físicas e grupos/coletivos sem constituição jurídica (150). Estão aptos a serem premiados projetos de composição, arranjos, shows, vídeos, discos, arquivos audiovisuais, sites, revistas, pesquisas, mapeamentos, seminários, ciclo de debates, palestras, oficinas e cursos livres sobre a cultura Hip Hop. – Confira o edital e veja como se inscrever no Prêmio Cultura Hip Hop 2014. A 2ª edição do Prêmio Cultura Hip Hop 2014 é uma iniciativa da Fundação Nacional de Artes (…)

Fala mais

Empresa terceirizada pela Prefeitura apaga graffiti do Nunca e tem de bancar nova obra

por
Nunca refaz Graffiti apagado (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

Até antes da preparação da cidade de São Para a Copa do Mundo, quem passava pela av. 23 de Maio podia conferir o grande espaço graffitado pelo Nunca. Sem ser tocada há quase 10 anos, a obra foi coberta com o tradicional cinza por uma empresa terceirizada pela Prefeitura, história que se repete como bem nos mostra o filme “Cidade cinza”. Leia mais: – Prefeitura de SP dará treinamento a funcionários para evitar apagamento indevido de graffitis;– Com vassoura e água, Mundano “liberta” graffitis em São Paulo;– Filme “Cidade cinza” quer mapear muros que tiveram grafites apagados em São Paulo;– Com Criolo na trilha sonora, trailer de filme sobre grafite em São Paulo é lançado. No entanto, o graffiti havia sido feito com autorização do SESC, em (…)

Fala mais

“Os meninos são pegos pixando e assinam 157”, criticou Cripta Djan a ação violenta da polícia

por
Cripta Djan e Rafael Pixabomb (Foto: Leonardo Soares)

Artistas de rua nunca tiveram uma relação fácil com a polícia. Ações que normalmente passariam batidas, resultavam em graves represálias pelo simples fato de serem eles. Estar na rua não apenas para passear, mas tê-la como segunda morada é quase que visto como afronta. Pixadores que o digam. Represálias não existem, é direto pro DP; isso se sobreviver até lá. A morte de dois pixadores nas mãos da polícia no fim do mês passado/início deste trouxe a discussão à tona novamente. “A gente tá sujeito em todo rolê. Saiu de casa com tinta, tá sujeito. Por isso que hoje em dia é só protesto, porque pelo menos vamos estar correndo risco por algo que vai fazer barulho, em prol de (…)

Fala mais

Prefeitura de SP dará treinamento a funcionários para evitar apagamento indevido de graffitis

por
Graffiti Sr. Prefeito, d'Os Gêmeos

Como o filme “Cidade cinza” já havia mostrado, o descaso da Prefeitura de São Paulo com a arte de rua é profundo. Não só há poucos espaços autorizados para expressar a arte como também estes próprios sofrem com a atitude de funcionários desavisados ou mal intencionados. Leia mais: – Com vassoura e água, Mundano “liberta” graffitis em São Paulo; – Filme “Cidade cinza” quer mapear muros que tiveram grafites apagados em São Paulo; – Com Criolo na trilha sonora, trailer de filme sobre grafite em São Paulo é lançado. Mas, as coisas podem começar a mudar nos próximos meses. Não, a prefeitura não irá simplesmente se render ao graffite e liberar geral, mas pelo menos tenderá a diminuir as lambanças. De acordo com a (…)

Fala mais

Conheça o “Pimpex” e leve o “Pimp my carroça” pra sua cidade!

por
Mundano e o Pimp My Carroça

Com o tanto que é falado sobre o “Pimp my carroça”, nem parece que o evento só teve oficialmente quatro edições. A ideia é tão bonita e levanta tantos questionamentos que nem precisou de muito para circular. Entretanto, a organização de algo de grande porte sempre gera outras problemáticas e necessita de um investimento maior. Por isso, a “pequena” quantidade de “pimpadas” e por isso a necessidade de um projeto paralelo. Mundano, o graffiteiro idealizador da parada toda, pensou nisso. No último dia 29, na celebração de 2 anos do projeto mor, ele anunciou o “Pimpex”, uma espécia de “Pimp my carroça” independente. A ideia é que pessoas voluntárias troquem ideias com um catador e um artista da sua região e crie (…)

Fala mais

Pimp My Carroça completa 2 anos e Emicida entrega 1º Prêmio Catador Porta Voz

por
Emicida, Mundano e o catador Rafael Bahia no Pimp My Carroça

Na última terça-feira (29), o Pimp My Carroça, idealizado pelo Mundano, celebrou seus dois anos com um evento no Museu de Arte Moderna (MAM), em São Paulo. Além da bonita marca cronológica, a comemoração também premiou pela primeira vez o “Catador Porta Voz”, uma espécie de principal carregador da bandeira da causa; Emicida esteve presente. “O auge da noite foi, sem dúvida, o depoimento do catador Rafael Bahia após receber o 1º Prêmio Catador Porta Voz das mãos e das sábias palavras do meu mano Emicida, que fortalece o nosso movimento desde o início. Bahia conseguiu em 5 minutos fazer um auditorio gargalhar, chorar e refletir sobre muitos aspectos entorno de sua profissão e também sobre rap e graffiti”, escreveu (…)

Fala mais

Polícia mata dupla de pixadores e assassina a verdade

por
Mensagem no celular dos Pichadores mortos

Lembram da Cláudia Silva? Aquela moça que foi arrastada por uma viatura policial por cerca de 250 metros… Descobri essa semana que os indivíduos responsáveis pela barbaridade foram soltos. Nessa semana também, dois ‘pixadores’ foram mortos em um condomínio em São Paulo. Alex Dalla Vecchia Costa, de 32 anos, e Ailton dos Santos, de 31 anos, teriam sido “flagrados” pela polícia dentro do apartamento do zelador, na cobertura, e recebido os policiais a tiros. A delegada que investiga o caso, que não quis ser identificada, disse que a polícia apresentou uma pistola 380 e um revolver calibre 38, alegando serem da dupla; a perícia teria encontrado as cápsulas no apartamento. Ainda segundo os policiais, não foram encontrados materiais para ‘pixar’, como sprays. (…)

Fala mais

30 artistas de rua do Brasil que você precisa conhecer

por
Graffiti do L7M

Quando falamos de arte de rua no Brasil, existem alguns nomes que surgem com facilidade na cabeça. Por alguns minutos, esqueça-os. A página Street Art Brasil publicou uma lista de 30 manos que tão “pegando fogo” na cena! Não se confunda pelo inglês da introdução, os caras são brasileiríssimos e mostram isso na variedade mais underground de artistas citados. Talvez o mais popularmente conhecido dos escolhidos seja o Paulo Ito, que fez um barulhão no mundo todo com uma arte sobre a Copa. – Confira a lista completa com os 30 artistas de rua do Brasil Entre os critérios, foram analisadxs o estilo, a presença nas ruas, o desapego ao comercial e a verdadeira arte de rua, não apenas o graffiti em (…)

Fala mais

Com vassoura e água, Mundano “liberta” graffitis em São Paulo

por
Mundano limpa São Paulo e liberta Graffitis

Cidade cinza virou praticamente um sobrenome de São Paulo, principalmente depois do documentário de mesmo nome que retratou a relação das autoridades com os graffitis espalhados pelos muros. Os caras apagam mesmo, sem dó! Mas, como em tantas outras áreas, fazem mal feito e acabam abrindo brechas; neste caso, bom pras ruas. Conhecido principalmente pelo trampo com o “Pimp my carroça“, Mundano notou que alguns graffites seus e do Crânio haviam sido apagados na véspera da reabertura do Cine Belas Artes. Coincidência? Ele não acredita muito nisso. Post by Mundano. Como ele mesmo perceberia, o material usado para cobrir as artes e alguns lambes em protesto era vagabundo. Havia solução. O graffiteiro catou um balde de água e uma vassoura e (…)

Fala mais

A convite de graffiteiros, Kamau visita e se apresenta em galeria a céu aberto na quebrada

por
Kamau e Grupo OPNI

A galeria de graffite a céu aberto na Vila Flávia, em São Paulo, definitivamente é um espaço a ser visto. Não à toa, depois de convidar Dexter e Max B.O, o grupo OPNI, responsável pelas artes, levou Kamau ao local, no dia 29 de março. Além de apreciar as obras de perto, inclusive uma inspirada na letra de “Entre”, o rapper também pôde trocar uma ideia com o público presente e mandar uns sons ao vivo. O projeto faz parte do “Favela Graffitada”, que tem como objetivo graffitar todos os muros, cantos, vielas e casas, transformando assim o bairro em uma grande galeria de arte urbana. Originalmente nomeados “Objetos Pixadores Não Identificados”, o Grupo OPNI é atualmente composto por Toddy e Val. Além dos (…)

Fala mais

Conheça “A ópera da lua”, a exposição gratuita d’Os Gêmeos em São Paulo

por
Os Gêmeos em exposição na Fortes Vilaça (Foto: Raquel Cunha)

Abriu no último dia 29, em São Paulo, a exposição gratuita d’Os Gêmeos, intitulada “A ópera da lua”. Depois de todo sucesso mundial, os bons filhos à casa tornam e, como de costume, resolvem colorir tudo que veem pela frente. Leia mais: – Os Gêmeos grafitam avião que a seleção brasileira usará na Copa; – Artistas de rua, Os Gêmeos e Banksy expõem colaboração embaixo de ferrovia; – Assista à entrevista d’Os gêmeos no “Paulo Miklos Show”, da Mix TV. Mas, engana-se quem pensa que eles só jogaram as tintas nas paredes. Além de cobrir o espaço com telas, os graffiteiros também criaram bonecos gigantes e várias outras peças e atrações. A ideia parece ter sido levar o público para dentro do mundinho (…)

Fala mais

Graffiteiro paulista levará “Pimp my carroça” à conferência global de inovação e criatividade

por
Mundano e o Pimp My Carroça

Selecionado pelo programa TED Fellows, Mundano terá pelo menos 4 minutos com todos olhos voltados pra si no TED Global, que será realizado no Rio de Janeiro, em outubro. Idealizador do “Pimp my carroça”, o graffiteiro se junta a outras 20 pessoas e seus projetos inovadores para, além de apresentá-los, participar também de treinamentos, palestras, workshops e muito mais; a bióloga Marcela Uliano da Silva e a engenheira florestal Patricia Medici são @s outr@s brasileir@s escolhid@s. “Quero aproveitar a oportunidade pra trocar muita informação com os fellows de todo mundo, aprender e construir com o tempo uma ação global ‘a la Pimp My Carroça’ que transcenda as fronteiras e os idiomas. Afinal, o mundo é um só e a arte é (…)

Fala mais

Projeto do Google mapeia graffitis pelo mundo e impede o esquecimento da arte de rua

por
Google Street Art Project

Depois de cobrir grande parte das ruas do mundo com o Street View, o Google passa a olhar para as nossas paredes. Mais especificamente para as artes que as cobrem. Intitulado Street Art Project, o projeto já reúne mais de 5 mil imagens com informações sobre artistas, localização, a possibilidade de “passear” pelas paredes, etc. Além disso, também é possível que os usuários compartilhem seus achados. “Hoje aqui, amanhã já foi. A natureza transitória da arte de rua significa que ela pode estar em risco de ser extinta e perdida para sempre para sua legião de fãs. Porém, muito tempo depois de a tinta ter desbotado das paredes, a tecnologia pode ajudar a preservar a arte de rua, para que as pessoas possam descobri-la onde (…)

Fala mais

Veja como foi o “Street of styles”, encontro internacional de graffiti em Curitiba

por
Street of Styles

Em abril, nos dias 11, 12 e 13, Curitiba sediou pela terceira vez consecutiva o “Street of styles”, um encontro internacional de graffiti. Entre intervenções, palestras, workshops e até shows e sessões de skate e break, passaram por lá 250 escritores da arte de rua de 16 países diferentes, além de 17 estados brasileiros representados. Pra mostrar melhor o que rolou nos 3 dias do evento, os organizadores soltaram um vídeo oficial no último dia 11; já no último dia 13, a Flow Produções também deu sua versão da história. https://www.youtube.com/watch?v=Sowz4h5CIJI

Fala mais

Graffiteiros colorem ônibus de brasileiros que seguirão a seleção na Copa

por
Primat e Falaman graffitam onibus de torcedores da seleção brasileira

Felizmente, parece que a moda pegou. Depois do avião da seleção brasileira ser graffitado pela dupla Os Gêmeos, um ônibus de torcedores que seguirão o time de Scolari durante a Copa do Mundo também recebeu cores de artistas de rua. Leia mais:– Os Gêmeos grafitam avião que a seleção brasileira usará na Copa; – Graffiti brasileiro protesta contra a Copa e imagem ganha o mundo; – À la Banksy, pichador(a) protesta pintando máscara no rosto de Neymar. Primat e Falaman foram convidados pelo projeto #rumoAOhexa para darem vida a um motorhome que abrigará um grupo de dez amig@s por mais de 10 mil quilômetros de idas e vindas. “Queremos mostrar como o torcedor se comporta antes, durante e depois de um jogo do Brasil. (…)

Fala mais

De junho a agosto, Os Gêmeos fazem exposição gratuita em São Paulo

por
Os Gêmeos em exposição na Fortes Vilaça (Foto: Raquel Cunha)

Sucesso internacional que já foi muito além do graffiti, Os Gêmeos estão, definitivamente, em alta também no Brasil. Depois de preencherem todo avião que a seleção brasileira usará na Copa, a dupla agora prepara uma exposição gratuita em São Paulo. – ATUALIZAÇÃO: Conheça “A ópera da lua”, a exposição gratuita d’Os Gêmeos em São Paulo. Intitulada “A ópera da lua”, a mostra será aberta ao público no Galpão Fortes Vilaça, no dia 29 de junho, às 14h; o término está programado para o dia 16 de agosto. Segundo a Folha de S. Paulo, que já visitou o local, “eles cobriram todas as paredes com telas enormes, criaram uma espécie de furacão de madeira ultracolorida e um boneco que abre o peito para revelar um carrossel de baleias (…)

Fala mais

Powered by themekiller.com anime4online.com animextoon.com apk4phone.com tengag.com moviekillers.com