Em meio a dias turbulentos no RAP Brasileiro por causa da cypher pelo impeachment da Dilma, terminamos a semana com um muito mais preparado ataque aos políticos vindo de DJ Caique, MV Bill, Shaw e o português Valete, na faixa “Ladrões”.

Assim como o título sugere, o trampo não tem outra função senão partir pra cima com os oito pés no peito dos governantes das nossas cidades, estados e País; pode muito bem ser considerada uma diss a esta classe de “nobres” bandidos (sim, sim, nem todo político é bandido, eu sei, mas cês entenderam…).

Embora os quatro chegam com a mesma visão sobre o tema, a mistura é interessante. Não apenas a ponte SP-Rio, mas a própria junção de MV e Shaw dá um contraste interessantíssimo; Valete é a cereja do bolo nessa diversidade cultural.

Aliás, tem muita gente criticando o novo estilo do Shaw desde que passou a se chamar Cachorro Magro, mas depois deste som podemos entender como apenas um personagem de escape lírico (de lyrics, não canto lírico; letrista não é uma expressão legal). Foi o que mais me chamou atenção, principalmente por destacar as ações tapa-buraco aplaudidas por aqui que no fim resolvem nada de verdade (“não vão construir mais escolas, pensam em expandir prisão”) e que o que pregam ser a solução, na verdade, é só o problema engrossando (“tirar quem pra botar quem, devo tá no mundo da lua” e “a CPI é uma farsa, o acusado é investigado por seus aliados”).

“Ladrões” foi produzida pelo próprio DJ Caique e ainda contou com scratches do DJ Nato PK, que trouxe DMN, Potencial 3, entre outros monstrões nas colagens pra engrossar ainda mais o caldo.

A faixa é a segunda do aguardadíssimo disco duplo “Coligações Expressivas 3“, que trará mais de 50 participações; o CD está na pré-venda no iTunes e está previsto pra ser lançado no dia 5 de maio.

Não perca mais nenhum post!

Qual a sua opinião?

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*